Representantes de escolas particulares fazem carreata em Salvador - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

17 de julho de 2020

Representantes de escolas particulares fazem carreata em Salvador



Manifestação começou no fim da manhã desta sexta-feira (17), no Centro Administrativo da Bahia. Eles pedem uma definição sobre a reabertura das escolas dos ensinos fundamental e infantil.



Representantes de escolas particulares fizeram uma carreata nesta sexta-feira (17), em Salvador. Os profissionais pedem uma definição às autoridades sobre a reabertura das escolas dos ensinos fundamental 1 e 2, e infantil.

Os representantes também estão cobrando um prazo de aprovação do protocolo de biossegurança, como realização de testes rápidos bancados pelo poder público, além de outras medidas de combate ao novo coronavírus.

“A gente pede uma previsão provável da reabertura das escolas de forma responsável, a apresentação do protocolo de biossegurança para que as escolas possam se organizar em relação às demandas que vão surgir a partir disso”, conta Bruno Sepúlveda, coordenador da manifestação.

Segundo Bruno, a maioria das escolas particulares de Salvador está em uma situação financeira crítica devido à pandemia. Ele também informou que quase 20% das unidades escolares foram fechadas.

A carreata teve início na Avenida Antônio Carlos Magalhães, na região do Iguatemi, com passagem pela Avenida Paralela, até o final da via, sentido aeroporto, com encerramento no Centro Administrativo.

Em entrevista ao vivo à TV Bahia, o prefeito de Salvador, ACM Neto, falou que existe, sim, uma perspectiva para o retorno às atividades escolares, mas que o protocolo só será apresentado após os resultados da retomada da atividade econômica da primeira e segunda fase.

“Primeiro, precisamos ver como é que vai ser a retomada. Quando a gente tiver a primeira e a segunda fase retomadas, quando perceber qual é o resultado e impacto disso, quando não tiver risco de estouro na contaminação nem de faltar UTI, aí nós vamos apresentar o protocolo da educação”, conta.

O prefeito ainda salientou que não há possibilidade das aulas retornarem no mês de agosto, mas que será possível pensar em uma retomada em setembro. “Ainda não quero cravar isso, porque tudo vai depender, repito, de como o coronavírus vai se comportar em Salvador depois da ativação da primeira fase e da segunda fase”, afirma.

Ainda segundo ACM Neto, o protocolo da educação foi elaborado, mas a prefeitura está esperando o momento adequado para tornar público o conteúdo.

Os representantes que participaram da carreata estavam com bandeiras, escrito “#SalveSuaEscola”. Não há informações sobre quantos carros participaram e nem que horas a manifestação foi encerrada.



Foto ::: Reprodução TV Bahia / G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

Vagas emprego para todo o Brasil

-->