Funcionário do Ciretran de Eunápolis é afastado após permitir que policial utilizasse carro apreendido pelo órgão - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

19 de agosto de 2020

Funcionário do Ciretran de Eunápolis é afastado após permitir que policial utilizasse carro apreendido pelo órgão




Polícia Civil da cidade não detalhou se veículo era do policial ou de outra pessoa, mas disse que carro estava apreendido por estar com o IPVA atrasado.



Um funcionário da 22ª Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito), em Eunápolis, no sul da Bahia, foi afastado do cargo temporariamente por 30 dias, na terça-feira (18), por suspeita de irregularidades. A informação é da Polícia Civil da cidade.

As investigações apontam que o funcionário do Ciretran, órgão do Detran no município do interior do estado, entregou um veículo que estava apreendido por atraso de IPVA para um policial militar, sem que tal cessão fosse precedida de autorização judicial. O funcionário e o policial não tiveram os nomes divulgados.

De acordo com a polícia, o servidor público está sendo investigado pelo crime de peculato, crime que consiste na subtração ou desvio, mediante abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra e guarda.

A polícia não detalhou se o carro apreendido era do policial ou se era apenas um veículo qualquer apreendido pelo órgão. Além do afastamento do funcionário, policiais civis realizaram busca e apreensão no órgão em Eunápolis. Computador e celular foram apreendidos e serão objetos de análise.

Os mandados de afastamento e busca foram expedidos pelo juiz Heitor Awi Machado de Attayde, titular da 2ª vara crime de Eunápolis. As investigações terão continuidade para apurar a responsabilização de outros participantes, informou a polícia.



Foto: Divulgação/Detran-BA / G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->