Policiais civis de Feira de Santana atuarão com armas de fabricação austríaca - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

5 de agosto de 2020

Policiais civis de Feira de Santana atuarão com armas de fabricação austríaca


Além das novas armas, os policiais terão coletes novos.



Policiais civis da 1ª coordenadoria de Polícia do Interior (1ª Coorpin/Feira de Santana) receberam novas pistolas após cursos de aperfeiçoamento. As pistolas Glock de fabricação austríaca são consideradas uma das melhores do mundo, e segundo o delegado Roberto Leal, ela é mais duradoura e o uso dela tem dado certo, tanto em outros estados, quanto em outros países. Além das novas armas, os policiais terão coletes novos.

“São cerca de 110 pistolas que serão distribuídas inicialmente para os servidores que trabalham diretamente com o Serviço de Investigação (SI) das unidades, tanto de Feira quanto das que compõe a 1ª Coorpin. Em outro momento serão distribuídas para os demais servidores. Todos estão passando por uma capacitação técnica para adaptação às novas pistolas. É um armamento que vem com procedimento diferenciado e é necessário a adaptação dos servidores”, explicou.

De acordo com o delegado, as novas armas vão trazer mais tranquilidade, pois, conforme afirmou, é uma das melhores pistolas do mundo, utilizada por polícias não apenas do Brasil, mas em outros países. Ele falou ainda sobre as diferenças da nova arma para as que eram utilizadas.

“Essa também é uma arma de calibre .40, mas tem uma durabilidade muito maior e também tem uma manutenção melhor de fazer. Essa arma vem de um projeto de muitos anos, então tudo isso contribuiu para que a gente tenha o melhor equipamento disponibilizado para as polícias da Bahia. A polícia de São Paulo também adquiriu uma grande quantidade de armas desse modelo, então é uma nova tendência que está dando certo em outras unidades e em outros países”, destacou.

Segundo o delegado Roberto Leal, foi feita a aquisição de aproximadamente 10 mil pistolas e outros armamentos, além de coletes que serão trocados, pois alguns estão próximo da data de validade. Ele afirma que foi estabelecido o critério de passar a arma para o pessoal que está diretamente ligado a ações policiais que tem maior necessidade de energia, como a COE, e passou agora para os servidores que trabalham diretamente no SI.

As 10 mil pistolas foram adquiridas no mês de maio pela Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP) e parte delas foram destinadas a policiais de Feira de Santana.




Com informações e foto do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->