Salgueiro e Santa Cruz empatam no primeiro confronto da decisão do Pernambucano - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

2 de agosto de 2020

Salgueiro e Santa Cruz empatam no primeiro confronto da decisão do Pernambucano



Com 1 a 1 no marcador, equipes voltarão a campo quarta-feira (5), no Arruda, para definir quem ficará com o título do Estadual

Em confronto bastante equilibrado, Salgueiro e Santa Cruz acabaram ficando no empate em 1 a 1, na tarde deste domingo (2), pela primeira partida da decisão do Pernambucano.

Com os tentos marcados ainda na primeira etapa, no segundo tempo as equipes acabaram caindo um pouco de de produção ficando tudo igual. Com isso, a disputa do título está em aberto e a definição será no estádio do Arruda, quarta-feira (5).


PRIMEIRO TEMPO

Buscando surpreender o adversário no primeiro jogo da decisão, o Santa Cruz sabia da necessidade de não sofrer gols do Salgueiro. Com isso, passou a arriscar-se em jogadas de contra-ataque, porém muito pressionado pelo adversário que fazia pressão na saída de bola.
Passado os primeiros movimentos de jogo, as equipes passaram a se atacar mais. Sendo assim, aos 12 minutos, Renato Henrique arriscou de fora e o goleiro Maycon Cleiton acabou falhando no lance. 1 a 0.

Porém o Santinha não desanimou e, minutos mais tarde, tratou de igualar o marcador. Aos 15, Danny Morais conseguiu fazer o desvio e a bola acabou entrando. 1 a 1.

Com a igualdade no placar, o confronto passou a ficar mais equilibrado, com ambos os times buscando o ataque a todo momento. No entanto, o Santa não quis saber de sofrer sustos e passou a apostar em uma marcação alta, deixando o Salgueiro sem saída de bola.

Mesmo com o esquema mais ofensivo, o Tricolor acabou não produzindo jogadas mais perigosas, encerrando a primeira etapa com tudo igual.

SEGUNDO TEMPO

Com poucos lances de perigo até meados dos 10 minutos, o único que assustou foi o de Didira. Em cobrança de falta, o goleirão César Tanaka teve trabalho para espalmar a bola, evitando o tento do Santinha.

Na sequência, até meados dos 35, o panorama do jogo praticamente permanecia igual. Sem oportunidades geradas por ambos os times, as alterações dos técnicos tentavam dar um novo ânimo em campo.

Já na reta final, apesar de todos os esforços, o Santinha ainda assim tentou assustar Tanaka. Porém, sem poder de criação, o duelo acabou empatado, deixando a decisão em aberto para o segundo jogo entre os times.



Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->