Agente da Guarda Municipal de Salvador é ferido por banhista durante operação "Tira o pé da areia" - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

21 de setembro de 2020

Agente da Guarda Municipal de Salvador é ferido por banhista durante operação "Tira o pé da areia"


Operação chamada de 'Tira o pé da areia', está sendo chamada de 'Tira o pé da areia e vai assaltar', em alusão à perseguição da GM de Salvador à população, principalmente à juventude.  



Este domingo (20/9) foi o último dia de interdição total das praias e da Operação “Tira o pé da areia", que realizou centenas de ações, percorrendo diariamente mais de 50 Km de praias, empregando quase o efetivo total da Transalvador, Sedur, Semop Fiscalização e Salvamar durante os seis meses de restrições decretadas pela Prefeitura de Salvador. 


Durante a retirada de alguns banhistas, na região da Praia de Amaralina, nas proximidades do Quartel do Exército Brasileiro, um agente da Guarda Civil Municipal acabou ficando ferido no dedo após um homem ter resistido a abordagem dos agentes, que pediam para ele deixar a praia. Ele foi conduzido para a Central de Flagrantes. Dezesseis pessoas já foram encaminhadas à delegacia, desde o inicio da Operação Tira o Pé da Areia.

VEJA O VÍDEO DA TRUCULÊNCIA INSTITUCIONAL. E PARA QUE?


"A Guarda Civil Municipal está preparada para fiscalizar as praias, como tem feito ao longo de todo esse período em que o decreto esteve vigente. A operação foi um grande sucesso, esperamos que a população nos auxilie no cumprimento dos novos protocolos e com isso possamos somar esforços contra a Covid-19", afirma Maurício Lima, diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência.

Com exceção das praias de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Itapuã e Amaralina, que reabrem para o público de terça a sexta, e as do Porto da Barra, Buracão e Paciência (as duas últimas no Rio Vermelho), que ainda permanecem fechadas, as demais podem receber normalmente os banhistas sempre de segunda a sexta. Não há restrição de horário, e o uso nos finais de semana e feriados está proibido. Essa estratégia de liberar algumas praias em determinados dias e manter outras fechadas visa impedir aglomerações. 



Crédito da Foto: divulgação/PMS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->