Após incêndio em 2017, Mercado Municipal de Cajazeiras em Salvador reabre com protocolos de segurança - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

12 de setembro de 2020

Após incêndio em 2017, Mercado Municipal de Cajazeiras em Salvador reabre com protocolos de segurança




Após incêndio em 2017, o Mercado Municipal de Cajazeiras foi reinaugurado na quinta-feira (10/9). Seguindo protocolos de segurança, o equipamento funciona de segunda a sábado, das 10h às 16h, na Avenida Engenheiro Raymundo Carlos Nery, em Cajazeiras X, Salvador.

A nova estrutura também conta, agora, com os serviços da Prefeitura-Bairro e abriga o novo Espaço Cultural Boca de Brasa, que garante a formação artística e impulsiona o cenário artístico local. 

ESTRUTURA

Com área de aproximadamente 4 mil m², o espaço possui dois pavimentos e conta com critérios de acessibilidade para permitir a locomoção de pessoas com deficiência. No estabelecimento, gerido pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), é possível encontrar 69 boxes de comércio, com diversos produtos, como artesanato, venda de artigos religiosos, floricultura, roupas e acessórios. 

REGRAS

Na chegada ao Mercado de Cajazeiras, a temperatura de todos os permissionários, trabalhadores e clientes é medida. Aqueles com resultado igual ou superior a 37,5°C são direcionados ao acompanhamento de saúde adequado. São medidas que fazem parte do protocolo de segurança contra a Covid-19 do equipamento. 

O acesso ao mercado é por porta única e exclusiva, assim como a saída. A realização de eventos está proibida. Pessoas pertencentes aos grupos de risco devem ter atendimento prioritário para reduzir seu tempo de permanência no espaço. A capacidade máxima é de 40 clientes simultaneamente. Todos os boxes devem disponibilizar álcool 70% para uso dos trabalhadores e clientes. 

Em cada box é permitido o acesso de um único cliente por vez. Sendo assim, fica proibida a realização de experimentação, teste ou prova de produtos do mercado, devendo os espaços reservados aos provadores permanecerem fechados ao público.



Crédito da Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->