Governo Federal autoriza ação da Força Nacional em local de assentamento do MST na Bahia - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

3 de setembro de 2020

Governo Federal autoriza ação da Força Nacional em local de assentamento do MST na Bahia



O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou a ação de cerca de 100 agentes da Força Nacional de Segurança em assentamentos rurais nas cidades de Prado e Mucuri, no sul da Bahia, a partir desta quinta-feira (3/9). A autorização foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (2/9).

A região - onde está localizado um dos principais assentamentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no Nordeste - está em conflito desde a semana passada, e a ação da Força Nacional poderá ser prorrogada, caso o ministério entenda que há necessidade.

Em comunicado oficial, o MST repudiou a autorização. 

Confira:

"O extremo sul da Bahia está localizado em um território com ricas e férteis terras alvos de especulação financeira, do capital internacional e das oligarquias locais.

Após a última eleição presidencial, que elegeu uma figura que criminaliza publicamente os movimentos sociais populares, as famílias Sem Terra vêm sofrendo persistentes e crescentes ataques e retirada de direitos auferidas ao longo do tempo.

Desde 2008, as famílias Sem Terra do estado se organizam e denunciam o avanço indiscriminado, irresponsável e insustentável do agronegócio na região que provoca a destruição da Mata Atlântica, contamina rios e nascentes, expulsa comunidades tradicionais, povos indígenas, além de contribuir diretamente com o aumento dos índices de desigualdade social na região.

Em virtude das ameaças e investidas arbitrárias, o MST reafirma seu compromisso de seguir organizado e em luta para que as áreas de assentamento e acampamento permaneçam cada vez mais fortalecidas.

Em um momento como o que enfrentamos, é ultrajante que o governo faça uso da força para invadir nossos espaço produtivos, quando, na verdade, deveria se preocupar com a saúde do povo.

Essa investida nada mais é, do que um desejo sombrio e infundado de acabar com a luta pela terra no país".

Leia aqui o texto na íntegra.




Crédito da foto ::: Keyssiane-Lima/Arquivo pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->