Prefeito de Candeias é denunciado pelo Ministério Público por aglomeração irregular durante a pandemia - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, setembro 23, 2020

Prefeito de Candeias é denunciado pelo Ministério Público por aglomeração irregular durante a pandemia




O prefeito de Candeias, Pitágoras Alves (PP), foi denunciado ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) após promover aglomeração irregularmente. De acordo com a denúncia, ele é acusado pelo Ministério Público (MP) de realizar uma carreata que desencadeou uma procissão veicular durante a vigência do toque de recolher decretado por autoridades como medida de conter a disseminação do coronavírus no local.

Conforme o MP-BA, o fato ocorreu no dia 10 de julho. Na ocasião, o Governo do Estado havia determinado a restrição de circulação noturna de pessoas entre a partir das 18h e Pitágoras promoveu uma queima de fogos apesar de ele ser médico e conhecer os riscos de disseminação do vírus. 

O prefeito estaria em uma comemoração a decisão judicial favorável à sua reintegração a prefeitura local, da qual estava afastado. O ato que contou com vereadores e secretários municipais, reuniu ainda várias pessoas em carros e motos e houve até queima de fogos, o que provocou aglomeração de pessoas nas ruas da cidade, tudo em meio à pandemia do novo coronavírus.

Atualmente, Candeias tem o registro de 56 óbitos por Covid-19 e 2016 casos confirmados. O pedido de deferimento foi assinado pela promotora Geral de Justiça adjunta, Wanda Valbiraci Caldas.






Crédito da foto :::: Reprodução/Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->