Sem desfile cívico, Dia da Independência do Brasil é comemorado de forma simbólica em Feira de Santana - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

7 de setembro de 2020

Sem desfile cívico, Dia da Independência do Brasil é comemorado de forma simbólica em Feira de Santana




Participaram do ato o prefeito Colbert Martins Filho, secretários e vereadores, além de um grupo de guardas municipais e agentes de trânsito.


Pela primeira vez em Feira de Santana e em todo o Brasil, o desfile cívico militar em comemoração ao Dia da Independência, não foi realizada devido à pandemia de covid-19. Para o 7 de setembro não passar em branco, ocorreu nesta manhã uma cerimônia de hasteamento das bandeiras de Feira de Santana, da Bahia e só Brasil no estacionamento em frente à Prefeitura Municipal. Participaram do ato o prefeito Colbert Martins Filho, secretários e vereadores, além de um grupo de guardas municipais e agentes de trânsito, todos usando máscara.

“Feira de Santana nunca interrompeu essa solenidade e nas circunstâncias de hoje nos cabe reverenciar nossas bandeiras, os nossos hinos, e dizer que marcamos de forma simbólica, mas efetiva, o 7 de setembro de 2020 em plena pandemia. O Dia da Independência continua sendo lembrado e o Brasil busca agora a sua total independência financeira e econômica”, declarou o prefeito em entrevista ao Acorda Cidade sobre os198 anos de Independência do Brasil.

A proclamação da Independência ocorreu no dia 7 de setembro de 1822, mas só em 1949 a data tornou-se feriado nacional por meio de uma lei sancionada durante o governo de Eurico Gaspar Dutra. A Lei nº 662, de 6 de abril de 1949 foi alterada por meio da Lei nº 10.607 de 19 de dezembro de 2002, reforçando o caráter de feriado nacional. Era o 181o (centésimo octogésimo primeiro ano de Independência do Brasil.



Com informações e fotos do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->