ASSIM FICA FÁCIL 🤬 Agressor de mulher é interrogado pela polícia em Ilhéus; mãe e outras companheiras também foram vítimas; criminoso foi ouvido e liberado 🤬 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

16 de outubro de 2020

ASSIM FICA FÁCIL 🤬 Agressor de mulher é interrogado pela polícia em Ilhéus; mãe e outras companheiras também foram vítimas; criminoso foi ouvido e liberado 🤬




Carlos Samuel Freitas Costa Filho, homem que agrediu uma mulher com socos no meio da rua em um bairro de Ilhéus, no sul da Bahia, foi interrogado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), do referido município, na tarde desta quinta-feira (15/10). O agressor apresentou-se acompanhado de um advogado, ao saber que estava sendo procurado pela Polícia Civil.



Por meio de nota à imprensa, a Polícia Civil informou que Samuel já foi alvo de outros três inquéritos por violência doméstica, procedimentos já finalizados e remetidos à Justiça, em 2015 e 2016. Entre as vítimas, estão a mãe do agressor e antigas companheiras. Além disso, outros sete boletins foram registrados na unidade, porém as investigações não puderam avançar, visto que as vítimas não quiseram ir adiante e se recusavam a comparecer para dar informações sobre os episódios de violência.

A delegada Márcia Rezende, titular da Deam/Ilhéus, começou a apurar as agressões assim que tomou conhecimento do fato. “Tivemos acesso ao vídeo e identificamos o autor, que começou a ser procurado imediatamente”, ressaltou, acrescentando que um boletim de ocorrência foi aberto, mesmo sem o comparecimento prévio da vítima, por se tratar de ação penal pública incondicionada.

Policiais da Deam/Ilhéus realizaram diligências durante toda manhã desta quinta-feira e a vítima foi localizada e ouvida. De acordo com as informações levantadas durante a apuração, o crime foi filmado em junho deste ano.

A delegada esclareceu que, em uma das ocasiões, Samuel chegou a ser preso em flagrante por agredir a mãe, mas foi liberado em seguida pela Justiça. Após ser ouvido na tarde de hoje pelo delegado Evy Paternostro, coordenador da Coorpin de Ilhéus, o agressor foi liberado por não ter havido flagrante, mas teve sua prisão solicitada à Justiça.

REPERCUSSÃO

O vídeo da agressão repercutiu em todo o Brasil, e famosos como Luciano Huck e Hugo Gloss compartilharam as imagens, pedindo justiça. No Twitter, o apresentador escreveu: "Vamos identificar este merda, covarde, criminoso. Vamos espalhar até encontrar. E espero que a polícia e a justiça cumpram seu papel. Que raiva que me deu assistir a esta covardia". 


SAIBA COMO DENUNCIAR E ONDE PROCURAR AJUDA EM CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER:

– Ligue 180, serviço telefônico gratuito disponível 24 horas em todo o país;
– Clique 180, aplicativo para celular;
– Ligue 190, se houver uma emergência;
– Delegacias de polícia;
– Delegacias da Mulher (se não funcionar 24 horas, o boletim de ocorrência pode ser feito em uma delegacia normal e depois transferido);
– Centros de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, para os casos em que a mulher não se sente segura em procurar a polícia;
– Serviços de Atenção Integral à Mulher em Situação de Violência Sexual, como abrigos de amparo;
– Defensoria Pública, que atende quem não possui recursos para contratar um advogado;
– Promotorias Especializadas na Defesa da Mulher

A Secretaria de Políticas para as Mulheres oferece os endereços das delegacias e pontos de atendimento em seu site, assim como também tem uma cartilha que ensina como identificar a violência doméstica.



Foto ::: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->