Desemprego na Bahia atinge taxa recorde de 20,7% no 3º trimestre; estado lidera ranking do país - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sábado, novembro 28, 2020

Desemprego na Bahia atinge taxa recorde de 20,7% no 3º trimestre; estado lidera ranking do país




Estado, com quase 15 milhões de habitantes, tem mais de 1 milhão e 200 mil desempregados, 38 mil a mais que no trimestre anterior.



O desemprego na Bahia atingiu índice recorde entre julho e setembro, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira (27). O percentual passou de 20% e foi a maior taxa de desocupação do país.

O estado, com quase 15 milhões de habitantes, tem mais de 1 milhão e 200 mil desempregados, 38 mil a mais que no trimestre anterior. A taxa de desocupação foi 20,7%, à frente de estados como Sergipe (20,3%), Alagoas (20%), Rio de Janeiro (19,1%), e Pernambuco (18,8%).

Esse foi o pior resultado da Bahia para um trimestre desde que a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) começou a ser feita. Antes da pandemia, a maior taxa de desemprego do estado tinha sido registrada no 1º trimestre de 2017, quando 18,6% da população estava desocupada.

Depois, todos os demais recordes negativos foram quebrados esse ano: 18,7% no primeiro trimestre; 19,9% no segundo; até chegar agora em 20,7%.

A pesquisa também revela que o número de pessoas trabalhando vem em queda nos últimos trimestres e chegou ao menor patamar histórico agora, com pouco mais 4 milhões e 800 mil pessoas ocupadas. Por outro lado, o número de pessoas em busca de trabalho aumentou um pouco, passando de um milhão e 200 mil.

Já o grupo de pessoas que não estão trabalhando e também não estão procurando trabalho vem em alta ao longo do ano, e chegou agora ao maior patamar histórico, com mais de 6 milhões e 100 mil.



Foto ::: Reprodução / Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->