Muralhas do Frontispício, em Salvador, é entregue após requalificação - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

10 de novembro de 2020

Muralhas do Frontispício, em Salvador, é entregue após requalificação





Local protege o trecho entre a Praça Castro Alves e a Ladeira da Misericórdia, no Centro Histórico da capital.



Um dos símbolos da fundação de Salvador, a Muralha do Frontispício, que protege o trecho entre a Praça Castro Alves e a Ladeira da Misericórdia, foi entregue recuperada após obras de requalificação nesta segunda-feira (9).

Com investimento de R$ 4,6 milhões aplicados em uma extensão de 1,1km, a intervenção foi feita com recursos próprios da prefeitura de Salvador, a partir de projeto cedido pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional (Iphan).

A intervenção envolveu a recuperação das muralhas existentes e das muretas, consolidação e estabilização estrutural, além da requalificação do belvedere e implantação de uma nova praça na Ladeira da Misericórdia. Também foram restaurados o obelisco e a balaustrada da Praça Castro Alves.

O local ganhou, ainda, iluminação cênica das muralhas e praças e instalação de novos postes na Ladeira da Misericórdia. O entorno também passou por obras de pintura – inclusive nas fachadas dos casarões – e recuperação da pavimentação.

História

Os primeiros paredões da Muralha do Frontispício foram construídos em abril de 1549, em taipa de pilão, para proporcionar a segurança dos novos habitantes desta parte alta da cidade, área escolhida pelo então governador-geral Thomé de Souza para iniciar a ocupação de Salvador.

Nos séculos seguintes, foi alvo de sucessivas construções e momentos. Pode ser vista em diversos pontos do Centro Histórico, tanto na Cidade Alta quanto na Cidade Baixa.



Foto: Max Haack/Ag. Haack

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->