Rodrigo Constantino perde o quinto emprego na mesma semana, após declaração polêmica sobre estupro - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

7 de novembro de 2020

Rodrigo Constantino perde o quinto emprego na mesma semana, após declaração polêmica sobre estupro


Editora de livros rescinde contrato com o colunista.


O jornalista Rodrigo Constantino também foi dispensado do Grupo Editorial Record. Este foi o quinto emprego que ele perdeu nesta semana após afirmar que não denunciaria um hipotético estupro da sua filha, dependendo das condições em que o crime tivesse ocorrido.

A editora publicou quatro livros de Constantino: Esquerda Caviar (2013), Contra a Maré Vermelha (2015), Brasileiro é Otário? (2016) e Confissões de um Liber rtário (2018). Além da editora, a Record (rede de TV de Edir Macedo) também o demitiu, assim como a Rádio Guaíba, o jornal Correio do Povo e a Jovem Pan.


O comentário foi divulgado durante uma transmissão ao vivo no canal do carioca no YouTube, na qual ele dava a sua opinião sobre o caso Mariana Ferrer, a promotora de eventos catarinense que se sentiu constrangida durante o julgamento do homem a quem ela acusou de estupro.

“Minha filha chega em casa e fala: ‘Ah, fui para uma festinha, eu e três amigas. Tinham 18 homens, nós bebemos muito. Eu estava ficando com dois caras, acabei dormindo lá e fui abusada’. Ela vai ficar de castigo feio. E eu não vou denunciar um cara desses. Eu vou dar esporro na minha filha, porque em alguma coisa ali ela errou feio”, opinou o jornalista.



Foto: Reprodução/ O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->