Praia do Forte terá restrição de veículos durante final do ano e finais de semana de janeiro, diz prefeitura de Mata de São João - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

28 de dezembro de 2020

Praia do Forte terá restrição de veículos durante final do ano e finais de semana de janeiro, diz prefeitura de Mata de São João



Quem deseja visitar a vila de Praia do Forte, em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador, deverá ter uma reserva de hospedagem ou estar com um morador. A Prefeitura de Mata de São João informou, nesta segunda (28/12), que irá restringir o acesso de veículos particulares da próxima quinta-feira (31/12) a domingo (3/1) e em todos os finais de semana de janeiro. 


O órgão municipal já havia restringido, até o final deste ano, a entrada de ônibus, vans e micro-ônibus de turismo tanto em Praia do Forte, quanto nas outras praias locais, como Imbassaí. Aqueles que participarem de excursões terão que apresentar liberação da Agerba, reserva em meios de hospedagens ou em equipamentos de visitação turística, guia de turismo e pagamento de taxa municipal.

Terão acesso apenas veículos de moradores, de serviço e visitantes com reserva de hospedagem. Para isso, a partir de terça-feira (29/12) ocorrerá a distribuição de adesivos para os carros dos moradores, condôminos e comerciantes. 

Quem quiser visitar a vila a pé, poderá utilizar o estacionamento que fica em frente à barreira de fiscalização, a cerca de 800 metros. Todos os anos o estacionamento disponibiliza vans para usuários.

"Além de ordenar o tráfego na Vila da Praia do Forte, que é bastante intenso nessa época do ano, a medida visa frear a propagação do coronavírus no local. Portanto, essa operação também tem o propósito de diminuir a circulação de pessoas e os riscos", explica o prefeito Marcelo Oliveira.

FESTAS 

A realização de shows, festas e afins, em espaços públicos ou privados, continua proibida até a quinta-feira (31/12), mas não há informações se o decreto municipal será extendido depois dessa ata. Os eventos e as atividades com público superior a 200 pessoas também continuam proibidos em todo o município, mesmo que previamente autorizados. 

Enquadram-se nessas regras os eventos desportivos, religiosos, cerimônias de casamento, feiras, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e de ginástica.



Crédito da Foto: divulgação/Yordan Bosco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->