Suspeito de manter família refém no bairro Águas Claras em Salvador fez irmão, cunhada e sobrinha vítimas do crime - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

terça-feira, dezembro 01, 2020

Suspeito de manter família refém no bairro Águas Claras em Salvador fez irmão, cunhada e sobrinha vítimas do crime



A polícia conseguiu resgatar um homem, uma mulher e sua filha, de um ano e quatro meses, que tiveram a casa invadida no final da manhã desta terça-feira (1/12) no bairro de Águas Claras, em Salvador.


De acordo com o comandante da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Cajazeiras), major Francisco Menezes, o suspeito, identificado apenas pelo apelido de "Bel", fez seu irmão como "escudo" para tentar escapar da PM. 

O major explicou que, a princípio, pensou se tratar de dois criminosos que faziam parte de um bando que iria atacar um grupo rival. Depois, ficou esclarecido que apenas "Bel" teria fugido para o imóvel, e outro homem apontado como suspeito teria sido obrigado a ajudar o irmão a fugir.

Os moradores e testemunhas procuraram a TV Aratu para dizer que o segundo rapaz não tem envolvimento com o crime e apenas teria sido usado como "escudo" pra fuga. Ele será levado para a Central de Flagrantes, no Iguatemi, para que a polícia investigue sua participação.

Ainda de acordo com a polícia, o encontro com o grupo ocorreu por volta de 10h. O major disse ainda que que o suspeito "disparou de 15 a 16 vezes com uma pistola de calibre .40", mas que não houve "nenhum tiro da PM". O policiamento será reforçado nos bairros de Águas Claras e Cajazeiras 11.




Crédito da Foto: divulgação/SSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->