'Vou participar do processo político em 2022 em chapa majoritária', afirma José Ronaldo - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

terça-feira, dezembro 01, 2020

'Vou participar do processo político em 2022 em chapa majoritária', afirma José Ronaldo



Segundo Zé Ronaldo, nunca deve-se dizer que um político está morto.


Em entrevista ao Acorda Cidade na manhã desta terça-feira (1º), o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, comentou sobre o resultado das eleições municipais no último domingo (29), a vitória do prefeito Colbert Martins e disse que vai participar do processo político em 2022.

Ele relatou que irá integrar a chapa majoritária e que isto depende somente do entendimento político de partido e passa por algumas conversas.

“Vou afirmar pela primeira vez. Eu vou participar desse processo em 2022”, pontuou. 

Ele disse que em Feira de Santana há ótimos nomes para a Assembleia Legislativa da Bahia e ótimos nomes para a Câmara Federal. Na opinião de José Ronaldo, o trabalho deverá ser árduo na próxima eleição para eleger deputados para a câmara federal.

“Deputado hoje na câmara federal tem muito prestígio, para poder ajudar o município, quando eu sonhei em ser governador, eu sonhava em construir um grande hospital em Feira de Santana, um hospital com 200 a 250 leitos e isso só era possível sendo governador, eu sonhava em acabar com esse sofrimento desse anel de contorno de Feira. Eu acho que isso é uma vergonha para Feira de Santana, ter um anel de contorno desse. E que vários presidentes da república passaram e não fizeram esse anel de contorno, inclusive vou defender uma bandeira que não digo aqui agora, mas vou dizer a partir de março abril do próximo ano. Vou defender uma bandeira ardentemente sobre Feira de Santana, sobre um determinado assunto”, afirmou.

O ex-prefeito de Feira, observou também que sonhou em ver o Centro de Convenções de Feira de Santana e o aeroporto em funcionamento e na opinião dele, isto só seria possível se ele fosse governador. Ele destacou, que apesar o sonho de ser governador não ter sido concretizado, o partido que faz parte tem um nome muito bom para ser governador, que é ACM Neto

“Tenho uma relação extremamente respeitosa com ACM Neto, eu acho que Neto é um bom candidato para ser governador da Bahia. Agora eu se possível quero participar da chapa majoritária”, salientou.

Ele falou sobre comentários de algumas pessoas quando ele perdeu a eleição para senador e quando deixou a prefeitura de Feira de Santana. A afirmação era que ele estava “morto” politicamente e segundo Zé Ronaldo, nunca deve-se dizer que um político está morto. Ele salientou que mesmo com todas essas afirmações a seu respeito, deu a volta por cima.

“Quando eu era prefeito e Paulo Souto perdeu a eleição, quem era oposição dizia: “José Ronaldo está morto, acabou, por que era Paulo Souto que ajudava ele a ser prefeito de Feira, José Ronaldo nesses dois anos que faltam como prefeito vai se aniquilar, se acabar”. Quando escutei aquilo, reuni meu secretariado, tomamos decisões firmes, duras. Com essas decisões surgiram os viadutos da cidade, a gente foi para cima e Tarcízio ganhou a eleição. E disseram que eu estava morto. O povo me conduziu melhor ainda. A verdade é que eu sobrevivi a tudo isso e sou extremamente grato a essa terra, essa terra é a minha vida, essa terra eu vivo por ela, eu amo essa terra. Eu tenho dois amores muito fortes na minha vida, que é a minha família, mas eu tenho outra família numerosíssima que é Feira de Santana. Essa família vive no meu coração, o que eu fizer é pouco e enquanto Deus me der vida e saúde, sendo político ou não político, militando ou não militando na política, Feira de Santana estará dentro do meu coração”, concluiu.



Foto e fonte: Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->