Remessa de vacinas contra a covid-19 produzidas pela Astrazeneca/Oxford chega a Bahia - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

domingo, janeiro 24, 2021

Remessa de vacinas contra a covid-19 produzidas pela Astrazeneca/Oxford chega a Bahia



A remessa da vacina contra o novo coronavírus criada pela farmacêutica Astrazeneca em parceria com a universidade de Oxford chegaram a Bahia no final da manhã deste domingo (24/1). As doses, que foram produzidas pelo Sérum Institute, na Índia, já estão na sede do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar, de onde serão distribuídos para todas as cidades do estado.



As vacinas foram recepcionadas por equipes das Secretarias da Segurança Pública (SSP) e da Saúde (Sesab) e colocadas em uma sala com refrigeração especial. A previsão é que, a partir das 14h, os imunizantes comecem a ser distribuídos através tanto de veículos quatro rodas quanto de helicópteros e aviões.

O governo do estado pretende usar todas as vacinas que chegaram para vacinação imediata, diferente do planejado com o composto do Butantan. “Por possuir resposta imunológica precoce ampla, garantindo que se possa esticar o prazo de aplicação da segunda dose para 90 a 120 dias à frente, isso permitirá que apliquemos todas as doses sem que seja preciso guardar 50%, como ocorreu com a CoronaVac”, detalhou o titular da Secretaria da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.

A Fundação Oswaldo Cruz liberou no sábado (23/1) as doses para serem entregues ao Ministério da Saúde, e distribuídas pelo Brasil, após realizar um processo de análise de segurança. A Bahia recebeu 119,5 mil doses, o equivalente a 6% da carga, e integra a lista dos cinco maiores beneficiados, assim como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Amazonas.




Crédito da Foto: divulgação/SSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->