Atendimento ofertado pela Prefeitura de Petrolina ajuda usuários a superarem dependências químicas - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quinta-feira, fevereiro 18, 2021

Atendimento ofertado pela Prefeitura de Petrolina ajuda usuários a superarem dependências químicas




Vencer a dependência de álcool e outras drogas não é fácil. Porém, no município, a prefeitura, por meio dos Centros de Atenção Psicossocial e das duas Unidades de Acolhimento, entre outros serviços, oferece um atendimento especializado para esse tipo de situação. E na semana em que se celebra a luta em combate às drogas e ao uso abusivo de álcool, a Prefeitura de Petrolina apresenta um balanço positivo dos atendimentos feitos pela rede.



De acordo com a coordenadora de Saúde Mental, Stephanie Souza, mais de 22 mil pessoas utilizaram os serviços no último ano. "Através de uma equipe multiprofissional, composta por psicólogos, psiquiatra, assistente social, enfermeiro e redutor de danos, a rede faz o acompanhamento psicossocial dos usuários garantindo ações de reinserção social através do retorno ao trabalho, lazer e direitos civis", destacou.

São mais de 22 mil histórias de vida. Entre elas, está a de Ítalo Mamédio, de 29 anos. Ele vivia em situação de rua quando conheceu os serviços ofertados pelo município. O tratamento foi iniciado no Caps AD III e logo após na Unidade de Acolhimento, local em que morou durante os seis meses de tratamento. "Além do álcool eu usava maconha e crack. O tratamento no começo foi um pouco difícil, mas graças aos profissionais das duas instituições eu consegui passar o tempo necessário no tratamento. São profissionais excelentes que tem muito amor, carinho e dedicação no que fazem. Sou muito grato a cada um deles", contou.

Hoje, recuperado, Mamédio voltou a ter a confiança da família. "Moro em uma casa com minha esposa, tenho enxergado a vida como uma janela de oportunidades. Mudei minhas atitudes, consegui conquistar a confiança da família novamente, alguns diziam que eu não tinha mais jeito. Mas agora reconhecem que vale a pena sim acreditar na recuperação do ser humano", reforçou.

O jovem, que pretende oficializar o casamento ainda este ano, faz uma alerta. "Muitas vezes, é um caminho sem volta, mas, graças a Deus, eu consegui buscar ajuda a tempo", concluiu.

CAPS

Em Petrolina, existem três CAPS vinculados à Secretaria Municipal de Saúde: um voltado para usuários de álcool e outras substâncias, outro para pacientes com transtornos mentais graves e persistentes e o infanto-juvenil, voltado para crianças e adolescentes com uso ou não de drogas.

O CAPS AD III funciona 24h atendendo pessoas, a partir de 18 anos, com transtornos decorrentes do uso abusivo de álcool e outras drogas.

UNIDADES DE ACOLHIMENTO

Petrolina conta com duas Unidades de Acolhimento, uma para adulto (UAA) e a outra Infantojuvenil (UAI). Os equipamentos ofertam serviços residenciais de caráter transitório (com um tempo de permanência determinado), articulados com outros órgãos de atendimentos como o CAPSi e o CAPS AD III.

Elas funcionam 24 horas, 7 dias por semana e são voltadas para pessoas com necessidades decorrentes do uso abusivo de álcool e outras drogas, de ambos os sexos, que apresentem acentuada vulnerabilidade social e/ou familiar e precisam de acompanhamento terapêutico e proteção temporária. O tempo de permanência nas Unidades de Acolhimento é de até seis meses.



Foto ::: Ascom Prefeitura de Petrolina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->