Ex-prefeito de Amargosa, Valmir Sampaio morre vítima da Covid-19 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

18 de fevereiro de 2021

Ex-prefeito de Amargosa, Valmir Sampaio morre vítima da Covid-19




Valmir Sampaio tinha 58 anos e morreu no Hospital do Subúrbio, em Salvador, onde estava internado. Ele era conselheiro estadual de educação, pesquisador do Fundeb e tinha forte atuação no enfrentamento ao analfabetismo na Bahia.


O ex-prefeito da cidade de Amargosa, que fica no Recôncavo Baiano, morreu vítima da Covid-19 nesta quarta-feira (18). Valmir Sampaio tinha 58 anos e faleceu no Hospital do Subúrbio, em Salvador, onde estava internado.

A prefeitura de Amargosa decretou luto oficial de sete dias, pela perda. Valmir governou a cidade por oito anos, de 2005 a 2012, além de ter sido vereador por quatro mandatos, de 1989 a 2004.

Ele era técnico em contabilidade e cursava Educação no Campo pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). No ano passado, ele tomou posse do Conselho Estadual de Educação (CEE-BA) e compôs a Câmara de Educação Profissional (CEP) e a Comissão de Jovens e Adultos (CJA).

A morte de Valmir foi lamentada pelo governador Rui Costa, pelo CEE-BA e pela UFRB, que se solidarizaram com a família e os amigos. O sepultamento dele ainda não foi divulgado, mas não poderá ser acompanhado por causa da morte em decorrência da Covid-19.

Valmir também tinha experiência na área de Administração de Empresas e Administração Pública, com ênfase em Consultoria Administrativa, Econômica e Financeira.

Pesquisador do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), ele estudava a construção de um programa estadual em parceria com as universidades para o enfrentamento ao analfabetismo na Bahia.

Valmir foi uma personalidade de relevante atuação na política da Bahia, e deu grande contribuição na área da educação, apoiando a elaboração do Regime Especial de Atividade Curricular Remota estabelecido para o período pandêmico e fazendo parte da comissão especial de fiscalização.



Foto: Reprodução/Redes Sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->