Homem é preso suspeito de incendiar três filhos adotivos; valor de seguro pode ter sido motivação - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

18 de fevereiro de 2021

Homem é preso suspeito de incendiar três filhos adotivos; valor de seguro pode ter sido motivação




Um homem de 33 anos, identificado como Ricardo Reis de Faria e Vieira, foi preso preventivamente após ser apontado pela polícia como autor de um incêndio que causou a morte de três jovens. O caso ocorreu, em Poá, na Região Metropolitana de São Paulo.


Vieira compartilhava a guarda dos filhos, que foram adotados em 2014 e em 2019, com o ex-companheiro com quem viveu por quase 15 anos. O quarto onde estavam a adolescente Fernanda Verônica Reis Vieira, de 14 anos, Gabriel Reis Vieira, de sete, e Lorenzo Reis Vieira, de apenas um ano, pegou fogo na madrugada a quarta-feira (17/2). O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas os três irmãos morreram carbonizados.

Segundo a Polícia Civil, o genitor apresentou várias versões diferentes acerca do acidente. Em primeiro momento, o rapaz afirmou ter acordado apenas após sentir o cheiro de fumaça. Ao perceber o fogo, ele teria tentado arrombar a porta do cômodo, mas não teve forças, porque estava sob efeitos de medicamentos para dormir. Ele alega que não notou a presença das crianças e que, por conta disso, decidiu sair do local.

No entanto, de acordo com delegado responsável pelas investigações, Eliardo Jordão, uma vizinha garante ter escutado um pedido de socorro. Em um outro momento, Ricardo sugeriu que as vítimas haviam sido sequestradas pelo avô, pai dele, identificado como Leandro, e seu atual parceiro, Lincoln.

A Polícia Civil investiga a possibilidade de Ricardo ter provocado o incêndio para lucrar com um seguro de vida da família, no valor de aproximadamente R$ 200 mil.



Crédito da Foto: arquivo pessoal/Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->