Salvador vive dia mais sangrento do ano; palco de guerra entre BDM e Katiara, Valéria se destaca negativamente - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

4 de fevereiro de 2021

Salvador vive dia mais sangrento do ano; palco de guerra entre BDM e Katiara, Valéria se destaca negativamente



Uma quarta-feira sangrenta. Essa é a frase que resume o último dia 3 de fevereiro em Salvador. Segundo levantamento do Aratu On com base nos dados da Secretaria da Segurança Pública, o dia foi o mais violento na capital baiana no ano de 2021. De acordo com o Boletim Diário da pasta, foram computados nove homicídios.


O que chama a atenção é o bairro de Valéria, com quatro assassinatos. A localidade convive, desde o final de 2020, com uma guerra entre duas facções rivais: Bonde do Maluco (BDM) - da região de Águas Claras - e Katiara. Ainda não se sabe se as execuções desta quarta tenham ligação com a briga dos grupos. Os casos aconteceram em curtos intervalos de tempo, sendo o primeiro às 12h. Os outros três foram registrados às 19h15, 22h20 e 22h40.

Todas as vítimas foram homens que acabaram surpreendidos a tiros pelos bandidos. O primeiro foi identificado pela SSP como Jadson Alan Souza Damascena, de 20 anos. Em seguida, na ordem, Edilson Ferreira da Silva, 28, e Leandro Queiroz da Silva, de 20, também foram assassinados. A quarta pessoa não teve o nome e idade revelados pelas equipes da Polícia Civil.

A região é policiada pela 31ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Valéria), com apoio da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp BTS). Moradores relatam que viaturas fizeram rondas em todo o bairro, inclusive nas regiões onde os homicídios foram registrados, para tentar localizar os assassinos, mas ninguém foi preso.

GUERRA

No último dia 15 de dezembro, mesmo com casas perfuradas e medo, a Polícia Militar negou, por meio de nota, a existência de troca de tiros no bairro de Valéria. A corporação ainda ressaltou na época que "o comércio encontrava-se aberto".

Cerca de um mês antes, no dia 23 de novembro, guarnições da PM foram surpreendidas a tiros por homens armados e equipados com coletes balísticos enquanto trafegavam pela região de Nova Brasília de Valéria. Os criminosos estavam a bordo de dois veículos, que entraram na Rua do Sossego, e fugiram por um matagal. Assustados, moradores registraram o tiroteio em vídeos.

Também em novembro, no dia 28, quatro pessoas morreram e uma ficou ferida, durante troca de tiros com policiais militares. Segundo a PM, as equipes estavam em deslocamento, quando se aproximaram para abordar um carro. No momento da abordagem, os cinco passageiros do veículo reagiram e atiraram contra os agentes. Houve troca de tiros, e na ação, os quatro dos suspeitos foram baleados.

OUTROS HOMICÍDIOS

Os demais assassinatos registrados em Salvador na quarta-feira ocorreram nos bairros do Cassange, Liberdade, Cidade Nova, Boa Vista do São Caetano e Santa Luzia do Lobato. Todos estão sendo apurados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O caso registrado na Boa Vista de São Caetano vitimou o rodoviário Jeciel Almeida dos Santos, de 40 anos. Segundo relato de testemunhas, ele estava perto da casa onde morava, quando foi atingido por pelo menos 15 tiros. Os militares da 9ª Companhia Independente isolaram a área do crime e solicitaram a presença da Polícia Técnica para providenciar a perícia e remoção do corpo.



Fonte: Jean Mendes / Foto :::: Reprodução SSP/BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->