Homem flagrado em vídeo agredindo mulher em 2020 volta a ser preso no sul da BA por ameaçar outra vítima - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é
PrefSSA

quarta-feira, março 10, 2021

Homem flagrado em vídeo agredindo mulher em 2020 volta a ser preso no sul da BA por ameaçar outra vítima


Segundo a polícia, Carlos Samuel Freitas Costa Filho estava solto desde 24 de fevereiro e teria ameaçado outra ex-companheira, no mesmo dia que saiu da prisão. Ele está sendo investigado por outros quatro casos de violência contra a mulher.


O homem flagrado em vídeo agredindo uma mulher com 11 socos no rosto, em 2020, foi preso novamente na manhã desta quarta-feira (10) em Ilhéus, sul da Bahia, suspeito de ameaçar uma ex-companheira, com quem teve um relacionamento em 2018.

De acordo com a polícia, Carlos Samuel Freitas Costa Filho havia sido preso em 21 de outubro de 2020, mas foi liberado em 24 de fevereiro deste ano. Ele foi preso no condomínio Morada do Porto, no bairro Banco da Vitória, em Ilhéus.

Ainda conforme a polícia, ele encontrou a mulher no mesmo dia que saiu da prisão e passou a ameaçá-la, exigindo o retorno do relacionamento.

Carlos Samuel passou exame de corpo delito e foi levado para o Presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus, onde permanece à disposição da Justiça aguardando audiência de custódia.

A previsão é de que a Polícia Civil leve 10 dias para finalizar o inquérito. De acordo com o delegado Evy Paternostro, estão em investigação outras quatro denúncias de mulheres que teriam sido agredidas por Carlos Samuel.

Flagra de agressão



Em 2020, ele foi filmado agredindo uma mulher, então companheira dele, com socos no rosto, e foi preso por ameaça e lesão corporal. A 2ª Vara Crime de Ilhéus chegou a uma decisão condenatória pelos crimes, mas foi permitido a ele recorrer em liberdade enquanto aguarda julgamento do recurso.

Segundo a defesa do suspeito, mesmo depois da agressão o casal continuou o relacionamento. Os advogados dizem que eles tinham um relacionamento conturbado e citam uma conversa em aplicativo de mensagens onde a vítima pede para reatar a relação. Eles teriam permanecido juntos até o início do mês de março deste ano.


Foto :::: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

NE-Sem fome
-->