SANTO ANTº DE JESUS 🌴🌴 Ex-prefeito barrou entrada do Atakarejo na cidade e documento é prova contundente 🌴🌴 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

segunda-feira, março 22, 2021

SANTO ANTº DE JESUS 🌴🌴 Ex-prefeito barrou entrada do Atakarejo na cidade e documento é prova contundente 🌴🌴



Uma polêmica se instalou na cidade de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano, 200 Km de Salvador, com a possível instalação de uma unidade da rede atacadista Atakarejo no centro da cidade.


A empresa estava preparada para adquirir um terreno na Rua Ursicino Pinto de Queiroz, quando foi barrada por recomendação da então secretária de Infraestrutura Urbana, Engenheira Sonia Fontes.

O documento datado de 04 de Agosto de 2020 comprova que a prefeitura, à época, foi contra a vinda da unidade para a cidade. 

Veja íntegra do documento PAG-1 - PAG-2

Na atualidade, numa manobra desastrada para jogar o peso da responsabilidade da decisão sobre a atual gestão, o ex-prefeito Rogério Andrade (PSD), vem afirmando em entrevistas às rádios locais e em outras mídias que nunca foi contra a vinda da unidade empresarial para a cidade. Está mentindo, segundo documento assinado pela sua mais importante secretária, à época, e que jamais o faria sem a anuência do então alcaide municipal. (Veja AQUI)

A ex-secretária Sonia Fontes, se defendeu dizendo que ela jamais foi contra a instalação da loja Atakarejo na cidade. Mas quem então assinou o documento afirmando que, à época, era contra? Infelizmente a ex-secretária está mentindo, segundo prova documental. 

Veja a entrevista de Sonia Fontes AQUI

Outros políticos, no rastro da polêmica gerada, a exemplo do vereador Délcio Mascarenhas (PSB), tentam faturar defendendo ou acusando a atual gestão de se eximir da responsabilidade pela discussão de tema tão importante para o município, quando afirmou que, 

Se você vai impedir o Atakarejo você também vai impedir outros investimentos naquele local. Eu acho que o poder público não tem que enxergar dessa forma, o poder público tem que buscar junto com os empresários, com a empresa, com Atakarejo viabilidade para resolver, criar logísticas necessárias para que possa instalar ali, eu acho que os empresários que vão fazer um investimento desta natureza, naturalmente pode buscar uma parceria com o município e resolver a questão do tráfego do trânsito, fazer os estudos necessários que precisam ser feitos,
disse o vereador em entrevista ao seite Voz da Bahia em entrevista dia 21 deste. Veja AQUI

Já a atual gestão por intermédio de nota, afirmou que,

A Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus (PMSAJ) não barrou a implantação de uma unidade do grupo Atakarejo no município, conforme explica o secretário de Infraestrutura, André Araújo. Segundo o titular da pasta, não há impedimento para a instalação do grupo atacadista na cidade polo do Recôncavo Baiano. Existem inviabilidades da área escolhida pela empresa conforme aponta o parecer técnico-jurídico da PMSAJ. Porém, há outros locais e terrenos que podem ser utilizados para este fim.
Veja nota na íntegra, AQUI

No resumo, enquanto a polêmica não é solucionada quem perde a oportunidade de emprego são as centenas de jovens desempregados em uma cidade assolada pela pandemia COVID-19, sob toque de recolher e que vê as oportunidades de trabalho minguarem à cada dia.

A empresa que conta atualmente com 16 lojas em Salvador, Camaçari e Feira de Santana, nas quais emprega cerca de 4.000 funcionários diretos, gerando ainda mais de 5.000 empregos indiretos, esta no aguardo da solução da desnecessária controvérsia, e inclusive vinha se preparando para o investimento no município e chegando a anunciar publicamente a contratação de mais de 100 cargos iniciais para o início da instalação. Veja AQUI

Diante da polemica situação, em entrevista ao site Voz da Bahia, o atual prefeito Genival Deolino (PSDB), se defendeu,
É importante esclarecer a população que nós estamos estudando a questão da localização, é no Centro, próximo a um posto de gasolina, mas temos engarrafamento, principalmente no horário do pico e o grande empreendimento ali pode gerar maiores transtornos. Estamos a favor de que venha, não sei se ficará ali ou não, inclusive eles ficaram de fazer um planejamento sobre o trânsito e estamos analisando esse projeto e uma equipe, caso venha se instalar naquele local. Agora, não será só por minha causa, também se não vier, não será só por minha causa, existe um grupo analisando o processo e vamos conversar. Espero que se não puder ser instalado naquele local, que tenhamos ele aqui em outro lugar, mas eu vou torcer para que seja instalado ainda esse ano porque é bem importante para a geração de empregos e rendas para o nosso município.
Em resumo o que a população santantoniense quer de fato é que o prefeito Genival Deolino (PSDB) administre a cidade, já que foi eleito para isso e tome a melhor decisão pensando no viés geração de empregos, mas também na questão de inviabilidade logística uma vez que a tendencia da cidade, ao receber o imenso fluxo de veículos procedentes de Salvador via Ponte Salvador-Itaparica é travar.

É esperado um fluxo de veículos transitando pelo centro da cidade 100% a mais do atual, o que fará região central do município entrar em o colapso em curto espaço de tempo, com ou sem Atakarejo.

Obrigatoriamente para atender a demanda da mega estrutura Atakarejo carretas, caminhões e cargas diversas terão que trafegar pelo centro da cidade, o que que possivelmente trará sérios transtornos alem do congestionando normal na atualidade, nas ruas centrais e entorno. 

Obviamente que isso não quer dizer inviabilizar a instalação da empresa na cidade. Entretanto ao invés de estarem apontando falhas de um e de outro, os políticos deveriam estar apontando soluções para a questão. Afinal foi para isso que o povo os elegeu.  


Foto :::: Reprodução / 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->