Header Ads Widget

Via1

V√ćDEO ūüé¨ Filhos cavam sepultura da pr√≥pria m√£e por falta de funcion√°rios; "sendo tratada pior que um cachorro"


Quatro irmãos tiveram de cavar uma sepultura para enterrar o corpo da própria mãe no Cemitério Municipal II de Vila Esperança, em Magé, no Rio de Janeiro. Uma das filhas gravou as imagens e divulgou na quinta-feira (18/3), reclamando da ausência de coveiros. A causa do óbito não foi divulgada.


"Esta aqui que está no caixão é nossa mãe. Não tem um coveiro aqui para enterrar. Quem está enterrando são os quatro filhos. E não tem um coveiro. Pelo amor de Deus, minha mãe está sendo tratada pior que um cachorro", narra a jovem.

A Prefeitura de Magé enviou uma nota ao jornal Primeiro Impacto, do SBT, informando que os funcionários "estavam em horário de almoço". O órgão disse ainda que exonerou o diretor do local "pela atitude inadmissível".

"√Č impens√°vel em nosso governo que a popula√ß√£o seja desassistida, ainda mais em um momento de dor. Lamentamos profundamente e informamos que todas as medidas j√° foram imediatamente tomadas pela gest√£o municipal", sustentou o comunicado.

OUTRO CASO


Na semana passada, um pai teve de enterrar o filho assassinado com um tiro em Medicil√Ęndia, munic√≠pio no Par√°. No v√≠deo, o homem aparece ao lado do tio, cunhado, primos e amigos de Fredson Alves Rodrigues abrindo o buraco na terra no Cemit√©rio Municipal, j√° que o local est√° quase sem vagas e n√£o possui mais funcion√°rios.

Segundo moradores da regi√£o √† equipe do Primeiro Impacto, essa n√£o seria a primeira fam√≠lia a passar por tal situa√ß√£o. Ap√≥s a den√ļncia, a Prefeitura afirmou ter "contratado dois coveiros e um funcion√°rio para limpar o local".

"O cemitério do KM 120 - Distrito de União da Floresta terá uma atenção agora pela nova gestão, funcionários da secretária de viação e obras foram encarregados e estarão a disposição para limpeza e demais trabalhos", prometeu.




Crédito da Foto: leitor/Aratu On

Postar um coment√°rio

0 Coment√°rios