Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e é bicampeão da Supercopa do Brasil - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

domingo, abril 11, 2021

Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e é bicampeão da Supercopa do Brasil





O Flamengo derrotou o Palmeiras nos pênaltis e se tornou bicampeão da Supercopa do Brasil neste domingo (11/4), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Com empate por 2 a 2, o duelo teve ainda erros defensivos, alternância de placar, expulsão de Abel Ferreira e polêmica.


O Palmeiras começou sufocando e contou com erro defensivo do rival para balançar as redes logo no primeiro minuto. Diego Alves deu um chutão após um recuo de bola, Felipe Melo resvalou de cabeça na intermediária e encontrou Raphael Veiga, que, de costas, deu um lindo drible com o calcanhar em Willian Arão, e bateu com a parte externa do pé para marcar um golaço em Brasília. Melhor no início, a equipe alviverde ainda chegou duas vezes com Rony e uma com Wesley, mas nas três ocasiões os atacantes pararam em Diego Alves.

Aos poucos, o Flamengo passou a levar perigo. Gabriel quem balançou as redes aos 22 minutos após uma falha na marcação do Palmeiras. O meio-campista uruguaio tocou de primeira para Filipe Luís na área, que deu um drible seco em Gómez e finalizou na trave. No rebote, Gabriel, livre, tocou de primeira para as redes.

Após ver o rival empatar, o Palmeiras cresceu e passou a dominar o jogo. Aos 40 minutos, Wesley foi derrubado por Isla na entrada da área. O árbitro marcou pênalti, mas mudou de ideia após revisão do VAR e deu falta. Na cobrança, Raphael Veiga soltou a bomba e exigiu boa defesa de Diego Alves. O Flamengo respondeu na sequência com Bruno Henrique, que recebeu de Gabriel na área e parou na providencial intervenção de Weverton com a mão esquerda.

O time carioca chegou à virada com Arrascaeta. O uruguaio recebeu de Bruno Henrique, aproveitou que a marcação deu espaço pela esquerda, limpou para o meio e arrematou no canto direito rasteiro de Weverton para colocar a equipe rubro-negra em vantagem aos 48 minutos.

O gol de empate do Palmeiras foi originado mais uma vez por um erro defensivo do Flamengo. Lançado na área, Rony foi puxado por Rodrigo Caio e Vuaden assinalou o pênalti. Na cobrança, Raphael Veiga bateu forte, no canto esquerdo, e deixou o jogo empatado no Mané Garrincha.

Na disputa dos pênaltis, o time rubro-negro levou a melhor depois de 18 cobranças, vencendo por 6 a 5. O Palmeiras chegou a abrir dois gols de vantagem na disputa, mas não aproveitou.





Creditos da foto:divulgação/CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->