João Roma diz que Bolsonaro "vai ter que ter um grupo" na Bahia em 2022 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quinta-feira, abril 22, 2021

João Roma diz que Bolsonaro "vai ter que ter um grupo" na Bahia em 2022





O deputado federal e ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), disse que pretende trabalhar para aumentar a agenda do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Bahia, já pensando em 2022. A declaração foi dada durante entrevista à Rádio Metrópole nesta quinta-feira (22/4).


“Eu nunca conversei com o presidente sobre o palanque na Bahia. No próximo ano ele vai ter que tem um grupo. Minha função é estar perto da população, enxergar a ação. Não vou me furtar de ampliar a agenda do presidente Bolsonaro na Bahia, não vou ficar trancado em gabinete, estou indo buscar os brasileiros que estão sofrendo mais, trazer essa realidade para o mundo brasiliense. É missão minha estar cada vez mais próximo da população carente”, afirmou.

RELAÇÃO COM ACM NETO

Depois de ter aceitado o cargo no Ministério da Cidadania, a relação com o ex-prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto (DEM), mudou. Segundo Roma, os dois não se falam mais desde fevereiro. "De fato, houve um divisor de águas quando aceitei essa missão. Naquele momento, houve forte divergência entre minha posição e do ex-prefeito ACM Neto. Todos sabem a forte ligação que mantivemos nos últimos 20 anos. Ele tem postura crítica ao governo Bolsonaro, eu e o Republicanos estamos apoiando o governo Bolsonaro".



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.



Credito da foto:divulgação/Ministério da Cidadania

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->