Salvador tem pontos de alagamento, carros 'engolidos' pela chuva e deslizamento de terra - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, abril 23, 2021

Salvador tem pontos de alagamento, carros 'engolidos' pela chuva e deslizamento de terra



Previsão é de muitas nuvens com pancadas de chuva e trovoadas isoladas durante toda sexta-feira (23).


Salvador registra pontos de alagamento e deslizamento de terras nesta sexta-feira (23). O dia amanheceu com tempo chuvoso na capital baiana e a previsão é de muitas nuvens com pancadas de chuva e trovoadas isoladas durante todo o dia.

Até as 11h, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) havia registrado 54 ocorrências. Seis delas foram de deslizamento de terra, 11 ameaças de desabamento, oito alagamentos de imóvel e oito avaliações de imóvel alagado. Também foram verificados três desabamentos parciais, dois alagamentos de área, duas árvores ameaçando cair, uma ameaça de desabamento de muro e uma árvore caída.

No bairro da Pituba, a chuva foi tão forte que um carro ficou preso na Rua Ceará. Os donos precisaram descer e empurrar o veículo, já que a água estava na altura das rodas.

O bairro da Calçada, na Cidade Baixa, tem pontos de alagamento na região dos Mares, Baixa do Fiscal e no Largo da Calçada. O trânsito é intenso no local. Na Avenida Antônio Carlos Magalhães, o tráfego também é lento por causa da chuva.
Na Avenida Paulo VI, na Pituba, a pista está alagada por causa do volume de chuva. Nesta manhã, o bairro foi o que mais teve chuvas na capital: cerca de 29 mm em uma hora.

Nas ruas Ceará e Pará, carros chegaram a ficar submersos.

No bairro do Stiep, motoristas tiveram dificuldade para trafegar com a pista tomada por água e lama. Moradores registraram muita chuva também em Vale dos Lagos.

No Nordeste de Amaralina, o volume da chuva fez com que a água entrasse em algumas casas. Mesma situação do Rio Vermelho, onde estabelecimentos também foram invadidos pela lama da chuva.

Ainda no Rio Vermelho, motoristas tiveram dificuldades para trafegar pela Rua Marquês de Monte Santo, por causa da água na pista. No Vale das Pedrinhas, moradores também gravaram a água da chuva invadindo casas e estabelecimentos.
Próximo ao Rio Vermelho, o bairro de Amaralina também teve ruas alagadas. Motociclistas e pedestres tiveram muita dificuldade no local. Na Avenida Luís Viana Filho, conhecida como Avenida Paralela, a chuva também tomou a pista nos dois sentidos.

Na região de Piatã e Itapuã, a chuva também tomou calçadas e entrou em algumas casas. A Avenida Dorival Caymmi ficou inundada.

Fotos :::: Camilla Sales/TV Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->