ELEIÇÕES 2022 🏴‍☠️ Senadores da CPI atacam Bolsonaro por dizer a verdade sobre âncora da CNN a mais nova aliada da esquerda brasileira - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, junho 02, 2021

ELEIÇÕES 2022 🏴‍☠️ Senadores da CPI atacam Bolsonaro por dizer a verdade sobre âncora da CNN a mais nova aliada da esquerda brasileira



Nesta quarta-feira (2), o início da sessão da CPI da Covid foi marcado por manifestações de solidariedade de alguns senadores com a apresentadora Daniela Lima, da CNN Brasil, e contra o presidente Jair Bolsonaro.

O presidente disse a apoiadores na noite de ontem, na portaria do Palácio da Alvorada, em Brasília: 

“É uma quadrúpede. Afinal de contas, acho que não preciso dizer de quem ela foi eleitora no passado, né? De outra do mesmo gênero”, 

disse o presidente, criticando também a ex-presidente Dilma Rousseff.

Renan Calheiros, Randolfe Rodrigues e Tasso Jereissati - todos ligados ao PT - foram alguns dos senadores a condenar a declaração de Bolsonaro. Representante da bancada feminina, Eliziane Gama - também com fortes laços com a esquerda - também se manifestou.

“Foi uma fala contra a democracia, contra a imprensa”, disse a parlamentar. Ela afirmou que o presidente foi responsável por significativa parte dos 428 ataques a profissionais de imprensa em 2020.

As ocorrências foram apuradas pela Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas).

Alvo frequente de bolsonaristas, direitistas e conservadores por suas cagadas no ‘CNN 360º’, Daniela Lima se tornou ainda mais hostilizada nas redes sociais por torcer contra o próprio país ao informar, na semana passada, a respeito do crescimento do número de empregos.

“Não saia daí porque agora, infelizmente, a gente vai falar de notícia boa, mas com valores não tão expressivos”, 

anunciou. 

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro interpretam que a âncora torce contra a economia do País e o governo.

Vista como pró-Bolsonaro antes da estreia, em março do ano passado, por ter como sócio-investidor o empresário Rubens Menin, apoiador declarado do presidente, a CNN Brasil tem sido tão crítica ao bolsonarismo quanto Globo e GloboNews. Em março passado, Menin comprou a parte de Douglas Tavolaro e se tornou dono de 100% da emissora.

A nova CEO da CNN Brasil, Renata Afonso, ex-globo, defende que o canal não seja de direita nem de esquerda. Ex-diretora geral da TV TEM, rede regional afiliada à Globo, ela pretende reafirmar a imparcialidade jornalística da emissora de notícias sediada na Av. Paulista.



Foto :::: Reprodução 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->