"Pai Pequeno": matador cruel do CV e financiador de "paredão" no Nordeste de Amaralina é preso durante ação em Pernambuco - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

terça-feira, junho 01, 2021

"Pai Pequeno": matador cruel do CV e financiador de "paredão" no Nordeste de Amaralina é preso durante ação em Pernambuco


Um dos homens mais perigosos do bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador, foi preso em Pernambuco durante uma megaoperação das Polícias Federal e Militar de dois estados na segunda-feira (31/5).


Por conta da Lei de Abuso de Autoridade, o nome do criminoso não é divulgado, mas apuração do Aratu On com fontes que participaram da ação apontam que trata-se de Ronei Faustino de Oliveira, conhecido como "Pai Pequeno". O homem é considerado uma das lideranças do Comando Vermelho no Nordeste.

De acordo com a Polícia Federal, o suspeito estava em liberdade condicional e foi achado no município de Tamandaré, a 100 km de Recife. Ele tinha mandado de prisão em aberto expedido após ser constatado o rompimento da tornozeleira eletrônica durante a concessão de progressão de regime e liberdade assistida.

"Pai Pequeno", que chegou a ser preso pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia em 2014 por vários homicídios, já estava sendo monitorado novamente pela sua forte atuação no Comando Vermelho junto com Josevaldo Bandeira, o "Val Bandeira".

As investigações apontaram que, além de chefiar o tráfico, Ronei estaria financiando "paredões" nas localidades conhecidas como "Boqueirão" e "Areal", também no complexo do Nordeste de Amaralina. O traficante é conhecido também pela crueldade, já que seria o responsável pelo "Tribunal do Crime" do CV.

Agora, "Pai Pequeno" está à disposição do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Participaram da ação, além de agentes da PF, policiais militares de Pernambuco e Rio Grande do Norte.


‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.




Credito da foto:leitor/Aratu On

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->