Bolsonaro no PP, se for bom para ele lá, mau agouro para Leão cá - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sábado, julho 24, 2021

Bolsonaro no PP, se for bom para ele lá, mau agouro para Leão cá





E se Bolsonaro voltar para o PP, partido pelo qual foi deputado federal durante 24 anos, como fica a legenda na Bahia, pilotada por João Leão, vice-governador de Rui Costa, sendo do PT?

Coluna Levi Vasconcelos / A TARDE

Jabes Ribeiro, ex-prefeito de Ilhéus e secretário-geral do partido na Bahia, diz que por enquanto é tudo especulação, a executiva nacional nunca tratou do assunto. Mas faz a ressalva:

– O PP tem uma larga tradição de autonomia aos seus diretórios estaduais. Em 2014, Anamélia, senadora do Rio Grande Sul, foi a vice de Aécio e aqui ficamos com Dilma.

Deputados — O deputado Cacá Leão, filho de João Leão, líder do PP na Câmara, falando sobre a nomeação do senador Ciro Nogueira, do Piauí, para ministro-chefe da Casa Civil, evocou o ‘sacramento da independência’ para reafirmar:

– Na Bahia somos aliados do governador Rui Costa.

O próprio Ciro Nogueira, aliado dos governos de Lula e Dilma, se elegeu no Piauí na chapa do governador Wellington Dias, sendo do PT, exemplo sempre evocado para ilustrar a independência dos estados.

Embutido na falação aí o recado: na Bahia o PP fará o que quiser e sinaliza na manutenção da aliança com o PT (leia-se Jaques Wagner).

Outro detalhe que circula em Brasília: se Bolsonaro chegar, vai sugar boa parte da grana do fundo eleitoral e tirar dinheiro, por consequência, dos 41 deputados federais do partido. Vai colar?

Em Itaberaba, Rui inaugura Policlínica e incensa Wagner

Rui Costa foi ontem a Itaberaba inaugurar a Policlínica e, em meio ao discurso em que destacou a importância da obra, a marca do governo dele, até agora, soltou um pitaco para 2022:

– Quando Jaques Wagner me entregou o governo me disse que queria que eu cuidasse bem da Bahia. Eu vou deixar muitas obras para ele concluir.

Noutras palavras, com o vice-governador João Leão presente, reafirmou que o nome da vez é Wagner.

Aliás, as conversas entre Wagner e seus potenciais aliados, Otto Alencar e Leão, têm sido constantes. Até agora, as partes sinalizam que querem manter a coligação. A questão é como configurar a chapa.

Diz-se que Rui Costa, como governador bem avaliado, muito contribuiria para o fortalecimento eleitoral da chapa. Mas o próprio Rui já disse que fica até o fim. Vai pilotar a sucessão do gabinete.


CAPA :::: João Leão, vice-governador da Bahia | Foto: Carol Garcia | Gov-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->