🌊 Com ventos fortes, surfistas exploram 'Havaí' no inverno de Salvador 🌊 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quinta-feira, julho 01, 2021

🌊 Com ventos fortes, surfistas exploram 'Havaí' no inverno de Salvador 🌊


Surfistas pegam onda de 4,5 metros no Banco de Santo Antônio, formação de coral e areia que fica a 2 Km da costa.



Dez surfistas de Salvador viveram um dia histórico no último domingo (27) ao surfar ondas de 15 pés (cerca de 4,5 metros) na região do Banco de Santo Antônio. A formação de coral e areia está localizada a 2 Km da costa, entre o Farol da Barra e o Cristo, e a ocorrência de ondas grandes costuma ser comum no período do inverno. No entanto, o ‘pico’ ainda não é explorado por causa das dificuldades de acesso e de se surfar no local.

Os surfistas montaram uma expedição com dois barcos de apoio, salva-vidas e três motos aquáticas para encarar as ondas, que podem ser observadas do alto do Morro do Ypiranga, em Ondina. Foi de lá que o surfista Maurício Abubakir percebeu a formação do swell (o crescimento das ondas ao longo do dia) e montou a expedição com os amigos. Em 2014, os surfistas pegaram as ondas do Banco, mas elas não ocorreram do tamanho e perfeição como agora.

O surfista profissional Heloy Júnior foi um dos privilegiados presentes na aventura do último domingo. Para ele, que já passou temporadas surfando ondas grandes no Havaí, Tahiti e Chile, o Banco de Santo Antônio tem grande potencial para se tornar um dos melhores picos do surfe de ondas grandes. “Temos essa descoberta agora porque podemos registrar esse tamanho de ondas e formação. Só depende do interesse dos organizadores de fazer um campeonato de surfe no local. Tiveram ondas de até 20 pés (6 metros)”, explica.

Heloy comenta que foi um dia histórico para o surfe baiano. “Foi um dia histórico. Desde a velha guarda, as pessoas já viram a onda quebrando no Banco, já comentavam , mas não tinham chegado lá. Agora, conseguimos nos estruturar mais para ter pessoas experientes para chegar com os barcos, jet ski e salva vidas” explica.

Dificuldades - O surfista explica as peculiaridades que torna o Banco de Santo Antônio um local ainda pouco explorado pelos surfistas. “O local apresenta uma dificuldade muito grande por causa da correnteza, está a 2 km da costa. Precisa do jet ski para resgatar o surfista após surfar a onda e ser levado novamente para o pico, porque a correnteza é muito forte”, detalha.

O grupo ficou por quatro horas desafiando as grandes ondas e admirados com perfeição na formação das ondulações. Participaram da expedição os surfistas Mauricio Abubakir, Eloy Lorenzo, Luapo Coutinho, Armando Daltro, Luciano Bubimba, Gustavo Kombi, Tito Trigo, Pedro Lomanto e Afrânio Júnior. No período da aventura, o litoral baiano sofreu reflexos de uma tempestade em alto-mar que provocou formação de ondas na costa. A Marinha emitiu alerta de navegação sobre a previsão de formação de ondas com mais de 2,5 metros.




Foto: Xande Guedes / Divulgação / Metro 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->