"Experiência" e "voz ativa": Dado explica mudança de goleiros no Bahia - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, julho 30, 2021

"Experiência" e "voz ativa": Dado explica mudança de goleiros no Bahia




Quatro derrotas seguidas, onze gols sofridos nesses jogos, nenhum feito e muita pressão da torcida. Essa é a situação do Bahia no momento. Na quarta-feira, 29, o Tricolor entrou em campo no Mineirão mais uma vez e novamente saiu derrotada, desta vez por 2 a 0, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.


O treinador Dado Cavalcanti preparou mudanças na equipe, com as entradas de Marcelo e Luiz Otávio nos lugares de Rodruguinho e Ligger. Mas a mudança mais criticada foi a saída do goleiro Matheus Teixeira, herói do titulo na Copa do Nordeste e um dos destaques da equipe na temporada para a entrada do veterano Danilo Fernandes, ex-Internacional.

Em entrevista coletiva após mais uma derrota, o treinador Dado Cavalcanti explicou a mudança no gol e disse que ela será mantida. Danilo Fernandes ganhou a posição sem crtitérios técnicos, já que segundo o técnico a escolha foi feita por ele ser "mais experiente" e ter "mais voz ativa".

"Há bastante tempo a gente já pensava na contratação do Danilo. É um jogador experiente, que, desde que chegou, agregou muito ao nosso grupo. Tem uma voz ativa importante, está acostumado a fazer grandes jogos. Teixeira teve uma sequência muito importante. Tive um cuidado especial de ter uma conversa grande com Teixeira, mostrar para ele o entendimento meu e da comissão técnica em relação ao trabalho que ele vem executando no Bahia, que só tem elogios", declarou o treinador.Bahia não marcou nenhum gol nos últimos quatro jogos | Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia

Sobre mais uma derrota do Bahia, Dado disse que ainda acredita na classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. O Tricolor volta a enfrentar o Atlético Mineiro na próxima quarta-feira, às 21h30, no estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana. O clube cumpre uma perda de mando campo como punição a confusão na Copa do Nordeste contra o Ceará e não poderá jogar em Salvador.

"Porém, os números de hoje nos trouxeram pelo menos uma luz no fim do túnel. Nossa equipe foi mais criativa, finalizou bem mais, chegou ao gol adversário, não só contra-atacando, mas também jogando, voltamos a jogar. A verdade é essa. Voltamos a ter um pouco mais posse de bola. E, quando a gente tem a posse da bola, a gente consegue criar situações de gol, como aconteceu hoje", disse Dado.

Pressionado pela torcida com os maus resultados, o treinador que foi campeão da Copa do Nordeste falou sobre uma possível demissão. "Tenho muita consciência do meu trabalho. Sei do fardo que é, do peso que é ser treinador do0 Bahia. E estou muito tranquilo desde quando assumi. Sei da pressão. Não mudou nada desde o primeiro momento em que assumi o comando vestindo a camisa do Bahia", falou.

O Bahia volta a campo no próximo domingo, 1º, contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro. Dado Cavalcanti quer aproveitar o adversário regional para dar fim a sequência incômoda.

"É fundamental. Já sabemos que vamos enfrentar um adversário muito diferente do Atlético em termos até de modelo de jogo. O Sport é um time mais reativo, que espera mais, usa mais os contra-ataques... Apenas saímos um pouquinho do trilho e vamos retornar rapidamente para que a gente consiga ter mais força e confiança para a sequência do campeonato", disse o treinador.



Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->