Traição após vídeo íntimo teria motivado homicídio praticado por "Iuri Sheik"; advogado desmente - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quinta-feira, julho 01, 2021

Traição após vídeo íntimo teria motivado homicídio praticado por "Iuri Sheik"; advogado desmente



O advogado do empresário Iuri Santos Abraão, o "Iuri Sheik", desmentiu a informação de que o homicídio cometido pelo cliente dele contra o também empresário William Oliveira, o "Will", tenha sido passional. De acordo com o criminalista Victor Valente, a história contada por meio de um áudio que circula nas redes sociais ligando uma suposta traição sofrida pelo influenciador digital é falsa.

"Não sou amigo pessoal. Não tenho como responder perguntas de cunho subjetivo. Isso faz parte da vida pessoal de Iuri. Ele fala que isso não existia, não foi o motivo, com certeza não", 

frisou.

O áudio, disseminado pelo WhatsApp, dá conta que "Will" teria feito sexo com a esposa de Iuri há cerca de dois meses, que seria uma retaliação após um vídeo íntimo do influenciador digital vazar também pelo aplicativo de troca de mensagens. As imagens, que vieram a público no final de janeiro, mostram "Sheik" mantendo relações sexuais com uma mulher, que não era sua esposa.

CRIME

O assassinato aconteceu na noite do último domingo (23/6) durante uma festa de "paredão" no município de Santo Antônio de Jesus, a 190 km de Salvador. No dia seguinte, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) divulgou uma nota dizendo que a investigação estaria sendo realizada pela 4ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior. Na época, o caso ainda era tratado como tentativa de homicídio.

O suspeito se entregou na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Salvador, horas depois de confirmada a morte de "Will", na quarta-feira (26/6). Ele foi ouvido inicialmente pela diretora-adjunta da unidade, Clelba Teles. Já na manhã desta quinta-feira (27/6), já no presídio, Abraão prestou um novo depoimento à polícia, desta vez ao titular da 4ª Coorpin, Edílson Magalhães.

Ainda foragido, o influenciador digital usou as redes sociais para se explicar. "Toda versão existe dois lados. Logo mais vou me apresentar e contar o que realmente aconteceu", escreveu ele na postagem.

VÍDEO E CONFUSÃO

Outra versão apresentada para justificar o assassinato é uma antiga briga entre vítima e suspeito, fato também negado por Valente. Testemunhas teriam informado à Polícia Civil que "Will" teria se recusado a apertar a mão de "Sheik" durante o "paredão".

Um vídeo, obtido na noite de quarta-feira (26/6) pelo Aratu On, mostra uma confusão envolvendo o influenciador. Segundo informações extraoficiais, Iuri teria entrado no backstage. Porém, em contato com a coordenação do evento, foi constatado que ele era "penetra". Durante a tentativa de retirada por parte dos seguranças, "Sheik" teria reagido de forma agressiva e prometido se vingar.



Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->