Vistorias de táxis, mototáxis e veículos de transporte escolar serão retomadas a partir do dia 2 agosto, em Salvador - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

terça-feira, julho 27, 2021

Vistorias de táxis, mototáxis e veículos de transporte escolar serão retomadas a partir do dia 2 agosto, em Salvador




Para passar pelo processo é necessário fazer o agendamento prévio no site de mobilidade.


As vistorias de veículos de transporte particular serão retomadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Mobilidade (Semob), a partir do próximo dia 2 de agosto, segunda-feira, em Salvador. Táxis, mototáxis e veículos de transporte escolar deverão passar pela inspeção, que será feita de forma escalonada, de acordo com a categoria e o alvará de cada veículo.

Para passar pelo processo é necessário fazer o agendamento prévio no site de mobilidade. Os atendimentos acontecerão de segunda a sexta, das 7h30 às 11h30, e das 13h às 16h30, na sede da Coordenadoria de Transportes Especiais (Cotae), na Avenida Vale dos Barris, ao lado do Estacionamento São Raimundo.

A primeira categoria a ser atendida será a de táxis comuns, a partir do próximo dia 2. Para o processo, os motoristas deverão ter em mãos a documentação exigida, como carteira de identidade (RG), carteira de habilitação (CNH), certificado da última aferição, cartão de identificação, comprovante de residência, selo GNV, licenciamento atualizado e licença de veiculação do engenho de publicidade em táxi.

Durante a inspeção, serão observados os itens de padronização obrigatórios, como as faixas laterais e o número de alvará, além dos itens de segurança, higiene e conservação do veículo.

Já no período de 4 a 21 de outubro, será a vez dos mototaxistas. Será necessário apresentar o cartão de identificação válido, comprovante de residência, licenciamento atualizado, CNH e apólice de seguro da motocicleta.

Os veículos de transporte escolar serão inspecionados entre os dias 25 de outubro a 8 de novembro. Durante a vistoria, deverão ser apresentados o cartão de identificação, comprovante de residência, licenciamento do veículo atualizado, habilitação do condutor na categoria D, pagamento da taxa de vistoria, “nada consta” de multas de trânsito e selo GNV.

Também serão observados itens como padronização obrigatória dos veículos (conforme artigo 136 do Código de Trânsito Brasileiro), condições de tráfego e de higiene, estado de conservação, controlador de velocidade (tacógrafo) já devidamente aferido pelo Ibametro, equipamentos de segurança (extintor de 4kg, macaco, triângulo e chave de roda) e câmera de ré.

Caso seja identificado algum problema, o permissionário terá um prazo de 10 a 30 dias para solucionar e retornar à Cotae para uma nova vistoria.


Foto: Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->