Derrota para o Atlético-GO afunda Tricolor na crise - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

segunda-feira, agosto 16, 2021

Derrota para o Atlético-GO afunda Tricolor na crise




Um primeiro tempo bem jogado, que trouxe a esperança de dias melhores, mas uma etapa final desastrosa, que deixou a fase tricolor mais nebulosa. Foi com esse roteiro que o Bahia perdeu de virada para o Atlético-GO, por 2 a 1, na noite de ontem, no estádio de Pituaçu, e aumentou o sequência sem vencer no Brasileirão para seis jogos. 


Gilberto abriu o placar para o Esquadrão, mas Zé Roberto e João Paulo marcaram para o time goiano. Com a derrota na partida válida pela 16ª rodada, o Bahia passa a figurar segunda parte da tabela, na xx posição, com 18 pontos, apenas três a mais do que o Sport, time que abre a zona de rebaixamento. Já o Dragão subiu para 7º lugar, com 23 pontos.

O Tricolor volta a jogar no próximo sábado, 21), às 19h, fora de casa, contra o Grêmio, na Arena.

Aos olhos dos 25 sócios do clube que foram sorteados para acompanhar o jogo da arquibancada, o Bahia fez um bom primeiro tempo. Depois de um início com domínio dos visitantes, o time comandado por Dado Cavalcanti chegou aos 14 minutos. Gilberto deu uma casquinha de cabeça, Mugni avançou em velocidade e bateu forte. Fernando Miguel defendeu. Aos poucos o Tricolor foi dominando as ações até que chegou ao gol. Juninho Capixaba arrancou da defesa e tocou para Gilberto na intermediária. O camisa 9 ajeitou o corpo e mandou uma bomba do meio da rua. Golaço! Fim do jejum de oito jogos sem marcar do atacante.

Mas o clima favorável sumiu na segunda etapa. Apesar disso, nos primeiros minutos o Bahia teve a chances de ampliar o placar e encaminhar o triunfo. Aos dois minutos, Capixaba cruzou na medida para Rodriguinho. Livre dentro da área, o meia cabeceou por cima do gol. Incrível.

Entre vacilos coletivos e individuais, o Esquadrão foi castigado. Arnaldo cruzou da direita, Zé Roberto subiu entre Nino e Conti e testou para empatar o jogo. Mas aconteceria algo ainda pior. Matheus Teixeira saiu jogando errado, João Paulo interceptou o passe, avançou com a bola e bateu colocado para virando o jogo aos 15 minutos.

Com a desvantagem, Dado colocou em campo Óscar Ruiz, Rodallega, mas substituições não surtiram efeito...


Foto :::: Reprodução E.C.Bahia / A Tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->