Ex-presidente do Fluminense de Feira diz que invasão em sede de torcida é ato de 'bandido' - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

segunda-feira, agosto 16, 2021

Ex-presidente do Fluminense de Feira diz que invasão em sede de torcida é ato de 'bandido'


Em entrevista ao site Acorda Cidade, de Feira de Santana, Everton Carneiro explicou que após o primeiro arrombamento na sede, um novo grupo retornou ao local, desta vez invadindo também a residência do presidente da Falange.


O ex-presidente do Fluminense de Feira Everton Carneiro, o Pastor Tom, esteve na manhã desta segunda-feira (16) acompanhado do presidente da torcida Falange, Leandro Silva, na 2ª Delegacia Territorial (DT), verificar como está o andamento das investigações sobre a invasão na sede após o jogo do Bahia, no dia 4 de agosto.

Segundo informações prestadas por populares, homens uniformizados com a camisa da torcida Bamor do Bahia teriam sido os autores do vandalismo.

Em entrevista ao ao site Acorda Cidade, Everton Carneiro explicou que após o primeiro arrombamento na sede, um novo grupo retornou ao local, desta vez invadindo também a residência do presidente da Falange.

"Isso é coisa de bandido com o povo de Feira de Santana. Estou aqui no dia de hoje trazendo um assunto muito importante acerca da torcida organizada. No jogo passado do Bahia aqui em Feira, a bandeira da Bamor foi queimada e esse ódio foi criado. No mesmo dia, invadiram a sede da falange que fica no bairro Baraúnas, destruindo-a toda e depredando até o carro do nosso amigo Carlinhos do Megafone. Porém, isso não parou por aí. Novos grupos dessa torcida vieram novamente e invadiram a casa do presidente da Falange, o Léo. Onde lá, tem a mãe, tem o irmão e vieram com instinto de perversidade mesmo, jogaram bombas, arrombaram o portão e a salvação é que não tinha ninguém no momento. Conversei agora com Dr. Roberto Leal porque isso é inadmissível e a justiça tem que tomar uma decisão, temos gravações dos carros e tenho a absoluta certeza que Dr. Roberto Leal irá saber como agir com estes bandidos", 

destacou.

De acordo com o ex-presidente do clube, pichações com dizeres da torcida adversária estão estampadas nas paredes.

"Lá tem todos os dizeres deles, picharam as paredes, picharam a casa, a entrada da sede, picharam o Joia da Princesa. Eu digo até que estou sendo contundente nas minhas colocações aqui, porque ninguém aqui é criança. Trouxemos aqui as imagens, a gente pegou a placa de um carro, e esse veículo pertence a um torcedor que está vestido com a camisa da Bamor e agora cabe à Justiça fazer o seu papel, contra fatos não há argumentos", afirmou.

Para o presidente da torcida organizada, Leandro Silva, a rivalidade entre as torcidas sempre aconteceram, mas agora a situação já está saindo fora do controle.

"Essa rivalidade já existe entre as torcidas e infelizmente algo que foi iniciado por parte deles está saindo do controle. O Fluminense nem está jogando contra o Bahia e estas coisas estão acontecendo. Ficamos no prejuízo avaliado em mais de R$ 3 mil, porque teve a porta invadida, teve o som, a televisão e tudo isso a polícia já tem conhecimento. Os moradores ficaram muito assustados com tudo isso e esperamos que a justiça possa resolver. Se fosse um jogo entre Fluminense e Bahia, até daria para entender, mas isso aí é considerado um crime, porque nada tem lógica", destacou.

Segundo o delegado Roberto Leal, todas as investigações tem como objetivo identificar os autores da invasão tanto na sede da torcida, quanto na residência do presidente da Falange.

"De acordo com as informações que foram levantadas aqui, houve uma briga de torcidas no último jogo do Bahia e acabou gerando esse conflito. As informações angariadas foi que por duas vezes em outras oportunidades, integrantes da Bamor danificaram tanto a sede da torcida do Fluminense, quanto a residência do presidente da torcida. Os trabalhos agora são voltados para a identificação destas pessoas, os veículos utilizados para que a gente consiga fazer um trabalho eficaz", disse.



Com informações e foto do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->