Moradores denunciam golpe e dizem que boletos pagos em correspondente bancário de Salvador não foram compensados - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, agosto 13, 2021

Moradores denunciam golpe e dizem que boletos pagos em correspondente bancário de Salvador não foram compensados




De acordo com eles, os boletos pagos em um correspondente bancário do bairro de Fazenda Coutos não eram compensados. Moradores fizeram protesto nesta sexta-feira (13) e o local foi destruído.


Moradores relatam que foram vítimas de golpe em um correspondente bancário, localizado no bairro de Fazenda Coutos, em Salvador. De acordo com os denunciantes, eles fizeram pagamentos de boletos no local, mas os valores não foram compensados pelo estabelecimento.

Na manhã desta sexta-feira (13), os moradores protestaram e destruíram o local, revoltados com a situação. O local servia como correspondente bancário do Banco do Brasil e funcionava há cerca de três meses no final de linha do bairro. O G1 tentou contato com o Banco do Brasil e aguarda resposta.

Entre as vítimas, um senhor relata que teve prejuízo de cerca de R$ 1.473 após efetuar o pagamento de contas de água e energia elétrica.

Outra vítima, que estava no protesto, detalha que efetuou o pagamento de dois boletos de cartão de crédito na última segunda-feira (9) e só percebeu o golpe quando foi verificar se as contas tinham sido pagas. Com isso, ela teve prejuízo de R$ 303. Ainda segundo ela, um amigo perdeu cerca de R$ 4 mil.

“Normalmente, abre o limite no dia seguinte, mas não abriu. Esperei quatro dias e quando entrei no aplicativo, contava que não estava pago. Inclusive, uma [fatura] já venceu e outra venceu hoje. As duas estão no total de R$ 305”, conta a mulher.

Ainda segundo os moradores, o local não era muito movimentado, mas por ter a identidade visual do Banco do Brasil, eles não desconfiaram que o local aplicava o golpe. Ainda não há detalhes de quantas pessoas foram vítimas do golpe.

“Quando vim na segunda, tinha um rapaz só atendendo, tanto que estranhei, porque ele demorou demais com minha fatura. Fui pra casa, pensei que estivesse pago. Quando foi ontem, descobri [o golpe]”, detalha.

A Polícia Militar foi enviada ao local para acompanhar o protesto. O dono do local não foi encontrado.



Foto :::: Reprodução / G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->