Motorista de ônibus morre após passar mal enquanto trabalhava em Salvador; familiares reclamam de demora da equipe médica - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sábado, agosto 14, 2021

Motorista de ônibus morre após passar mal enquanto trabalhava em Salvador; familiares reclamam de demora da equipe médica




Caso aconteceu na manhã deste sábado (14) no bairro de São Cristóvão. Por meio de nota, Samu diz que tempo de resposta entre o acionamento do serviço e a chegada da ambulância no local foi de 20 minutos.


Um motorista identificado como Dionovithes Conceição Baraúna Junior, de 54 anos, morreu após passar mal enquanto trabalhava, na manhã deste sábado (14), no bairro de São Cristóvão, em Salvador. Segundo testemunhas, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) demorou para chegar no local.

"É um absurdo levar uma hora para um atendimento público, de direito dele. Ligamos diversas vezes. Você ver a pessoa falecer esperando atendimento é revoltante. O que passa na cabeça é que ele poderia ter sido salvo", disse Thais Tavares, nora do rodoviário.

Quem também ficou indignado com a situação foi Jorge Baraúna, irmão do rodoviário. "[Os polícias disseram] que estavam ligando, reforçou e o Samu nada de chegar. Aqui é perto de Lauro de Freitas, tem um posto avançado, não era nem 20 minutos para chegar aqui", falou.

"Não foi nem a população que estava ligando, foi a própria PM e aconteceu esse fato. Vou chamar por Deus para me dar força, porque não é fácil perder uma pessoa batalhadora como ele", disse Jorge.

Por meio de nota, o Samu disse que o tempo de resposta entre o acionamento do serviço, a informação do estado grave do paciente e a chegada da ambulância no local foi de 20 minutos.

Ainda na nota, o Samu informou que a Secretaria Municipal da Saúde disse que, infelizmente, o quadro clínico do paciente evoluiu de forma rápida e ele acabou indo a óbito.

Familiares relataram que Dionovithes estava no quinto dia de trabalho após ficar um ano desempregado. Ele tinha oito filhos e estava feliz com emprego novo.

"Ele estava feliz mesmo. Nem sei quantos anos Junior tinha como rodoviário. Uma pessoa maravilhosa, a gente amava ele", disse a nora dele.

A empresa Expresso Metropolitano, onde o motorista trabalhava, divulgou uma nota de pesar pela morte do funcionário e disse que está prestando todo suporte necessário a família.

Segundo testemunhas, o rodoviário começou a apresentar dores no peito no início da manhã deste sábado, ao chegar na garagem da empresa, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador.

No entanto, mesmo com as dores, ele decidiu seguir viagem e trabalhar normalmente.

"Hoje foi o primeiro dia dele comigo no trabalho, eu não conhecia muito bem. Infelizmente [ele] sentiu uma dor no peito. Perguntei se ele conseguia conduzir o ônibus, ele disse que poderia", explicou o cobrador Anderson de Souza.

Ao perceber que o colega estava sentindo muita dor, Anderson pediu que ele parasse o ônibus na Avenida Dorival Caymmi, no bairro de São Cristóvão, em Salvador. O motorista então desceu do coletivo para pedir ajuda.

"[Eu não desci com ele], porque tive que ficar no ônibus, mas liguei para a empresa e dei toda a orientação para encontrar ele. Tinham muitos passageiros no ônibus, então passei eles para outro carro", comentou Anderson.

Dionovithes foi até a 49ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), localizada em São Cristóvão. Segundo testemunhas, ao chegar no local, ele caiu no chão sem vida.

Ainda segundo testemunhas, o Samu foi acionado para socorrer o rodoviário. O momento do atendimento foi registrado em vídeo com uma câmera de celular.

Nas imagens, é possível ouvir quando um policial militar fala que a equipe médica demorou a chegar.

"Exatamente uma hora da primeira ligação que eu fiz", disse o PM.

Em nota, a Polícia Militar disse que uma guarnição da 49ª CIPM foi acionada após informações de que um homem estava caído no solo, na Avenida São Cristóvão, em Salvador.

Ainda na nota, a PM disse que o Samu foi acionado e que a guarnição permaneceu no local até a chegada do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Já a Polícia Civil disse, por meio de nota, que o plantão foi acionado às 8h38 deste sábado para atender a ocorrência de um homem que teria sofrido um mau súbito e caído em via pública, no bairro de São Cristóvão.


Foto ::: Arquivo pessoal 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->