MP pede prisão preventiva do gamer Raulzito, acusado por estupro de menores - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

terça-feira, agosto 24, 2021

MP pede prisão preventiva do gamer Raulzito, acusado por estupro de menores



Influenciador digital foi preso após ser acusado de abusos contra menores.


O Ministério Público do Estado (MPRJ) denunciou e pediu a prisão preventiva do gamer Raulino de Oliveira Maciel, mais conhecido como Raulzito, nesta segunda-feira, por meio da 1ª Promotoria de Investigação Penal Especializada Núcleos Niterói e São Gonçalo. 

O influenciador digital foi indiciado pelo estupro de duas crianças, pela Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav) e está detido graças a um mandado de prisão temporária expedido pela 4ª vara criminal de Niterói.

De acordo com a denúncia, encaminhada na quarta-feira ao MP, entre os meses de fevereiro e maio deste ano, o gamer cometeu abusos sexuais contra duas crianças de 10 e 11 anos, por pelo menos quatro vezes, na residência de uma delas, em Niterói.

Segundo a polícia, a investigação comprovou que o gamer fazia contato com os pais das vítimas por meio de redes sociais e, depois de ganhar a confiança deles, cometia abusos no seu estúdio, localizado em sua casa, em São Paulo. Os crimes aconteciam também nas residências das vítimas: Raulzito se hospedava nos locais com a permissão dos pais, a quem prometia, ainda, que os filhos deles entrariam para o mundo artístico e dos gamers.

Após a prisão do suspeito, os policiais localizaram, além das vítimas no Rio, outras três na Paraíba, onde há investigações em andamento, três em São Paulo e uma em Santa Catarina. Há a possibilidade de casos também nos EUA, onde Raulzito já morou. De acordo com os investigadores, chama a atenção a semelhança física entre as vítimas, com idades entre 10 e 12 anos.



Foto :::: Divulgação 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->