VÍDEO 🎬 Irritado por reclamação sobre axila malcheirosa desde 2018, aluno tenta matar professor na Bahia, mas arma falha três vezes - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

segunda-feira, agosto 16, 2021

VÍDEO 🎬 Irritado por reclamação sobre axila malcheirosa desde 2018, aluno tenta matar professor na Bahia, mas arma falha três vezes


Um desentendimento que perdurou três anos por sorte não termina na execução de um professor no município de Guaratinga, a 703 km de Salvador. O profissional estava dentro de um restaurante acompanhado de uma mulher, na noite de domingo (15/8), quando um rapaz, armado, tenta atirar contra sua cabeça, mas o revólver falha três vezes.


O suspeito tem menos de 18 anos e foi identificado pelas iniciais K.A.S. A vítima foi Wallace Santana, de idade não divulgada. O caso foi registrado por uma câmera de segurança. As imagens mostram que, após perceber que não conseguiria cometer o crime, o adolescente foge. O detalhe é que Wallace sequer percebe que esteve perto da morte.

O caso está sendo apurado pela Delegacia Territorial de Guaratinga. O delegado Robson Domingos informou ao Aratu On que o rapaz e o professor tiveram um desentendimento em 2018, quando o jovem ainda tinha 12 anos.

A motivação do desentendimento foi a reclamação de Wallace por causa do mau cheiro nas axilas do aluno. Por causa disso, a mãe do rapaz registrou um Boletim de Ocorrência contra o professor, o que permitiu que o jovem fosse identificado após a tentativa de homicídio registrada na noite de domingo.

Ainda de acordo com o delegado, Wallace e a esposa serão ouvidos nesta terça-feira (17/8) e Polícia Civil iniciará uma busca e apreensão na casa do jovem para encontrar a arma que aparece nas gravações. Sendo assim, o adolescente pode receber uma medida disciplinar por ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio.


‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->