😱 Na frente de Rui e do secretário, coronel da PM questiona escolhas para comando da SSP; "fica parecendo que não somos confiáveis"😱 - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

quarta-feira, setembro 15, 2021

😱 Na frente de Rui e do secretário, coronel da PM questiona escolhas para comando da SSP; "fica parecendo que não somos confiáveis"😱




Uma inquietação, provavelmente natural, de um grande número de agentes da segurança pública baiana foi apresentada, na manhã de terça-feira (14/9), ao governador Rui Costa (PT). A manifestação partiu do diretor do Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar, coronel Jorge Ubirajara, durante cerimônia que divulgava a criação de um atendimento jurídico, gratuito, para os PMs.


“Qual é o critério que o governador usa para escolher o seu secretário de Segurança Pública?", perguntou o oficial para o executivo doe stado. O questionamento do coronel teve um direcionamento: ele quis saber, o porquê, da não escolha de representantes da sua Corporação ou da Polícia Civil para assumir a gestão da Segurança Pública.

Em sua fala, Ubirajara lembrou que a PM baiana tem mais de 30 coronéis e vários delegados de polícia em últimos níveis, todos de confiança e especializados. “É um cargo de confiança! Fica parecendo, governador, que essas pessoas que estão aqui, esses coronéis e delegados de últimos níveis, não são confiáveis”, argumentou.

A fala foi dada na frente do comandante-geral da PM, coronel Paulo Coutinho, e da delegada-chefe da Polícia Civil, Heloísa Brito. O atual secretário Ricardo Mandarino também ouviu. Em resposta, Rui Costa destacou que a escolha de um secretário, em qualquer setor, exige sensibilidade, na qual muitos elementos são observados.

“Tua inquietação já foi implementada no Brasil. Tem um lugar que tem Segurança Pública da Polícia Militar”, disse Rui, lembrando da criação de duas secretarias no Rio de Janeiro com o intuito de gerir o setor, através da PM e Polícia Civil. “Houve alguma reversão do quadro de Segurança Pública do Rio de Janeiro com essa medida?”, lançou.

ASSISTA AO VÍDEO


A SSP da Bahia, tradicionalmente, não vem sendo comandada por agentes estaduais. Antes de Ricardo Mandarino, juiz federal aposentado, a pasta foi chefiada pelo delegado da Polícia Federal Maurício Barbosa entre 2010 e 2020 - quando foi afastado por ser investigado na Operação Faroeste -. Antes, dois PFs também passaram pelo cargo: Paulo Fernando Bezerra e César Nunes.

No mesmo espaço onde o coronel Ubirajara apresentou sua inquietação, o atual gestor da SSP-BA se pronunciou, de forma polêmica, sobre a morte do tenente da Polícia Militar Mateus Grec, ocorrida, no último domingo (12/9) durante ação policial no bairro de Cosme de Farias, em Salvador. Ricardo Mandarino disse que os crimes têm relação com o tráfico de drogas e aumentaram porque têm mais policiais nas ruas das 417 cidades da Bahia.

"Quanto mais policial na rua, mais o risco de morte acontece. Eu atribuo a isso. É a única explicação que encontro para a morte de policiais. Infelizmente é a maior vítima dessa guerra. Depois, é o traficante, que também é uma vítima: é [por exemplo] o menino largado na favela quando crianças. Ele não ia achar emprego para ganhar R$ 4 mil".



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.



Credito da foto :::: Divulgação/SSP-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->