Bahia tem novos chefes no MPF e na Procuradoria Regional Eleitoral - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sábado, outubro 02, 2021

Bahia tem novos chefes no MPF e na Procuradoria Regional Eleitoral



Novos titulares foram empossados pelo procurador-geral da República, Augusto Aras.


A Bahia tem novas chefias no Ministério Público Federal (MPF) e na Procuradoria Regional Eleitoral (PRE). Os novos titulares foram empossados, nesta sexta-feira (1º), e as designações para os cargos foram assinadas na última terça-feira (29), pelo procurador-geral da República, Augusto Aras.

Na chefia do MPF, quem assume o posto para o biênio 2021-2023 é Vanessa Previtera. Ela irá suceder a procuradora Juliana Moraes, que finalizou dois anos à frente da chefia do órgão. O procurador-chefe substituto será Claytton Santos.

De acordo com o MPF, a procuradora-chefe e o substituto têm a atribuição de dirigir, coordenar e supervisionar as atividades ligadas à administração do órgão na Bahia. Entre elas, está a gestão administrativa das áreas: financeira, de infraestrutura, de recursos humanos, de contratos, convênios, projetos, acordos institucionais e tecnologia da informação. O mandato é de dois anos e permite recondução.

Já a Procuradoria Regional Eleitoral da Bahia será comandada pelo procurador da República Fernando Túlio da Silva, que terá como missão principal, a coordenação do Ministério Público Eleitoral (MPE) nas eleições gerais de 2022. Como seu substituto foi nomeado o procurador Cláudio Alberto Gusmão, que deixa a titularidade da PRE após exercê-la por dois biênios seguidos.

Segundo o MPF-BA, os procuradores regionais Eleitorais são responsáveis por dirigir e conduzir os trabalhos do MPE nos estados. Eles atuam perante os Tribunais Regionais Eleitorais (TRE), e zelam pela correta aplicação da legislação, de forma a evitar abusos e assegurar o equilíbrio da disputa.



Foto: Reprodução/MPF-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->