Guedes pede demissão após se irritar por conta do novo valor do Auxílio Brasil, mas Bolsonaro tenta reverter situação - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, outubro 22, 2021

Guedes pede demissão após se irritar por conta do novo valor do Auxílio Brasil, mas Bolsonaro tenta reverter situação




O ministro da Economia, Paulo Guedes, teria pedido demissão do cargo diante da crise enfrentada pela pasta, asseverada na última quinta-feira (21/10) após saída de quatro secretários da equipe econômica.


A informação é do jornal Correio Braziliense. De acordo a reportagem, o pedido de Guedes foi feito na última quinta, durante discussão acalorada entre ele, ministros e Bolsonaro, que, segundo a matéria, tenta demovê-lo da decisão.

Guedes teria dito que não aceitaria manobras da ala política do Governo para forçar a pasta a furar o teto de gastos a fim de bancar o valor de R$ 400 do Auxílio Brasil, novo Bolsa Família.

Deixaram o Ministério o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, a secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas, e o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo.

A publicação aponta que Guedes está se sentindo desmoralizado, e a demissão não está descartada de ser formalizada ainda nesta sexta (22/10) ou nos próximos dias.

A agenda de Guedes para esta sexta não foi divulgada. A única informação é de que ele está em compromissos internos. Interlocutores de Bolsonaro estão sondando nomes para o lugar dele.



‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.


Credito da foto:Marcos Corrêa/PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->