Mais de 400 kg de resíduos são retirados da Baía de Todos-os-Santos - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

terça-feira, novembro 02, 2021

Mais de 400 kg de resíduos são retirados da Baía de Todos-os-Santos




Jade Santana*


Como parte das ações que comemorou os 520 anos de batismo da Baía de Todos-os-Santos, Patrimônio Cultural da Humanidade, um mutirão realizado na Praia de Viração, na Ilha dos Frades, ontem, retirou 428 kg de resíduos sólidos do mar. A ação denominada Paramana Nature, em sua terceira edição, foi realizada pela Paramana Gin, com o apoio da Fundação Baía Viva e BP XP Investimentos.


Também ontem, aproveitando a data comemorativa, o governo do estado anunciou que está investindo recursos da ordem de US$ 70 milhões para a preservação da baía.

Pneus, pedaços de isopor e garrafas plásticas foram alguns dos resíduos recolhidos durante a ação que teve início às 9h e se estendeu até o meio-dia. Para Omar Britto, presidente da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), que esteve presente, ações como essa são muito importantes para a cidade, já que buscam trazer consciência ambiental para o cidadão soteropolitano.

A Ilha dos Frades pertence ao município de Salvador e Paramana é sua localidade mais densamente povoada.

“É preciso que todos entendam que preservar é necessário para a gente ter um futuro ainda melhor para os nossos habitantes. É impressionante ver a quantidade de resíduos que são depositados pelos próprios cidadãos nas praias da cidade”, justifica Britto. , contou com aproximadamente 30 pessoas durante o mutirão delimpeza subaquática e na areia da praia.

Apesar da retirada de quase meia tonelada de lixo, o volume é menor comparado ao das edições anteriores.

na Praia da Gamboa e entorno do Solar do Unhão foram retirados 4 toneladas de resíduos sólidos das águas em junho. Já em setembro, meia tonelada de resíduos foi retirada do mar de Taipú de Fora, na Península de Maraú.

Consciência
Além de ficar responsável pela limpeza e manejo dos resíduos, a Limpurb teve um estande na praia, em parceria com o Núcleo Integrado de Estudos em Zoologia (Niez). No local, foram expostas espécies que habitam a região marítima, com distribuição de sacolas biodegradáveis, com o objetivo de conscientizar os turistas e visitantes quanto à importância do descarte adequado dos resíduos.

José Rodrigues, geógrafo, doutor em Geologia Marinha e Costeira, e consultor técnico-científico da ação, defende que a responsabilidade de desenvolver a limpeza do ambiente marinho deve ser da sociedade, mas também dos governos estadual e municipal. “Fazer campanhas de educação ambiental, levar o tópico para as escolas, investir em infraestrutura de coleta, ter saneamento básico e aterros sanitários bem planejados, tudo isso auxilia nesse trabalho coletivo”, diz.

Investimentos

O governo do estado, em nota, anunciou a realização de obras estruturantes em curso, com recursos de US$ 70 milhões (Prodetur, BID e governo do estado), como as requalificações do atracadouro e restaurante do Solar do Unhão, do Terminal Turístico de Botelho, na Ilha de Maré e da base náutica Marina de Itaparica. Além disso, há também obras dos terminais hidroviários de São Joaquim e Bom Despacho.

As intervenções envolvem também as implantações do terminal turístico de Bom Jesus dos Passos e da Base Náutica de Cacha Pregos, além de sinalização turística em diversas ilhas.

Obras

Outra ação realizada é o projeto da Fundação Baía Viva, que se concentra na Ilha dos Frades, em localidades como Loreto, Paramana, Costa de Fora e Ponta de Nossa Senhora, expandindo posteriormente para a Ilha de Bom Jesus dos Passos. As obras incluem requalificação urbana, saneamento, recuperação de casas e templos, além da construção de píeres, centro de memória, posto médico, restaurante e centros recreativos, entre outras.

Também foram realizados investimentos hidroviários de manutenção e recuperação de atracadouro em Saubara e Maragogipe, em 2016 e 2019, consecutivamente, com o investimento de aproximadamente R$ 4 milhões.

Desenvolvendo ações de conscientização ecológica, a campanha Eco Rede Baía de Todos-os-Santos é uma iniciativa em prol da educação socioambiental na região, integrando um programa de sensibilização que visa estimular a reflexão coletiva sobre a responsabilidade de cada cidadão na manutenção dos seus espaços, chamando a atenção para uma baía mais limpa, atrativa e sustentável.

O objetivo é sensibilizar gestores municipais, moradores, visitantes e empreendedores do turismo, principalmente para a questão do descarte dos resíduos sólidos, bem como do importante papel dos catadores de materiais recicláveis neste ciclo.

*Sob supervisão da editora Regina Bochicchio

Fotos ::: Divulgação 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->