SALVADOR 👁️ Com histórico de desvio de verbas, construtora ganha mais um contrato milionário da prefeitura - Observador Independente

BAHIA

15 de marzo de 2018

SALVADOR 👁️ Com histórico de desvio de verbas, construtora ganha mais um contrato milionário da prefeitura

Imagem Ilustrativa//Projeto PMS 




Não é de hoje que a NM Construtora Ltda. participa de processos licitatórios para a prefeitura de Salvador e outros municípios da RMS. Nesta terça-feira (13) foi publicado no Diário Oficial do Município de Salvador mais um resultado de certame que beneficiou a NM Ltda: a empresa vai executar a requalificação urbanística da Igreja do Bonfim e da praça da Colina. O financiamento para execução dos dois projetos será de R$ 28 milhões, entre recursos municipais e federais.

No início deste ano, a construtora voltou a ganhar outro contrato milionário com o Executivo municipal. A empresa, de Nicolau Martins, ganhou uma licitação de R$ 26,2 milhões para a execução dos trechos 2 e 3 da requalificação da infraestrutura turística da orla Barra-Ondina. 

A NM, do empresário Nicolau Emanoel Marques Martins Júnior, esteve no centro da operação Copérnico, deflagrada no ano de 2016 contra um esquema que tinha como alvo os contratos firmados pelo Instituto Médico Cardiológico da Bahia (IMCBA). Na ocasião, o empresário foi preso sob a acusação de ter desviado verbas em contratos de cerca R$ 750 milhões com as prefeituras de Salvador, Candeias, São Francisco do Conde, Lauro de Freitas e Madre de Deus, entre os anos de 2012 e 2015.

Mas a prefeitura de Salvador não vê problemas na relação com uma empresa investigada e com o histórico de desvios de verbas. Em nota, a assessoria de comunicação da prefeitura afirmou que “A Superintendência de Obras Públicas (Sucop) esclarece que a empresa NM concorreu com as demais empresas e, apresentando o menor preço e toda a documentação legal necessária para se habilitar, venceu o processo licitatório, realizado com lisura, o que é procedimento padrão da Prefeitura de Salvador. Na licitação da Igreja do Bonfim, ao todo, participaram 17 empresas”.

bocãonews

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas