BAHIA @ Multa por atraso no IPVA é de 70% do valor do imposto - Observador Independente

BAHIA

4 de mayo de 2018

BAHIA @ Multa por atraso no IPVA é de 70% do valor do imposto

Governo estima arrecadar R$ 1,180 bilhão em 2018 com o imposto (Foto: Arquivo CORREIO)




Não pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) pode gerar uma dor de cabeça bem maior do que ter que apertar o cinto e quitar o imposto. A multa aplicada para os inadimplentes é de 70% do valor devido. Essa penalidade é cobrada a partir do segundo ano da data da despesa.

O diretor de arrecadação da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), Augusto Guenem, explica que o contribuinte também terá o nome negativado no Serasa e poderá ter o carro apreendido, por tabela.

“O não pagamento do IPVA não provoca a apreensão do veículo. Mas, sem pagar o imposto, [o proprietário] não poderá fazer o licenciamento. E sem o licenciamento, ele corre o risco de ter o carro apreendido pelos órgãos de trânsito. Por isso, é importante fazer o pagamento. Caso as dívidas estejam acumuladas, ainda é possível parcelar”, explica Guenem.

O valor da dívida atrasada pode ser dividido em até 60 vezes, com parcelas mínimas de R$ 120. O economista e educador financeiro Edísio Freire recomenda que, se possível, os contribuintes façam o pagamento do imposto de uma vez, aproveitando a cota única.

“É preciso analisar a taxa de juros com cuidado porque, geralmente, o pagamento à vista é a melhor opção. Mas cada caso é um caso. Algumas taxas de juros são pequenas e se aproximam da Selic. Nesse caso, vale a pena parcelar a dívida”, afirma Freire.

O licenciamento e as multas de trânsito deverão ser pagas até a data de vencimento da terceira parcela - ou terceira cota -, e os débitos anteriores do IPVA ainda não notificados também podem ser divididos em três vezes, juntamente com o imposto de 2018.

A Sefaz ainda não tem os dados dos inadimplentes de 2018, mas informou que, das 351 mil pessoas que não pagaram o imposto no ano passado, 170 mil são donas de automóveis, 115 mil possuem motos, 51 mil utilitários, 10 mil caminhões e 3 mil ônibus.








Especialista

Sabe aquele ditado que diz que ‘Devo, não nego. Pago quando puder’? Então, no caso do IPVA, se puder pagar de uma única vez, é melhor. Todos os anos, a tabela Fipe traz descontos para quem quitar o imposto antecipadamente. Este ano, quem pagou o IPVA em cota única, até o dia 7 de fevereiro, teve 10% de abatimento.

Mas, calma! Para quem perdeu o prazo, existe ainda a possibilidade de reduzir 5% do valor. Esse privilégio é dado a quem fizer a quitação integral do imposto no dia do vencimento da primeira das três cotas do parcelamento - data que varia de acordo com o número final da placa do veículo.

Segundo o economista e educador financeiro Edísio Freire, essas duas opções devem ser aproveitadas porque a melhor escolha, nesse caso, é pagar em cota única.

“Esses percentuais de 10% e 5% são muito bons porque se você aplicar o dinheiro, por exemplo, quando fizer a correção não terá esse rendimento nesse espaço curto de tempo. A rentabilidade é melhor fazendo o pagamento à vista, mas se ficar muito apertado é melhor parcelar para não ficar com um débito e depois ter que pagar os juros”, diz.

O pagamento em cota única pode ser feito em qualquer agência do Banco do Brasil, do Bradesco ou Bancoob, bastando apenas apresentar o número do Registro Nacional do Veículo (Renavam). No dia 30 de abril venceu o prazo para quem tem carro com placa final 1 quitar o imposto.

correio24Horas

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas