SALVADOR @ Operação apreende 183 quilos de produtos vencidos - Observador Independente

BAHIA

17 de mayo de 2018

SALVADOR @ Operação apreende 183 quilos de produtos vencidos

Entre os produtos apreendidos, estavam biscoitos, presunto, mortadela e queijo




Uma operação realizada na tarde desta quinta-feira, 17, no centro de Salvador, resultou na apreensão de 183 quilos de produtos perecíveis com data de validade vencida, entre eles margarina, mortadela, queijo, presunto, leite, achocolato e macarrão instantâneo. 

Durante a ação, agentes de fiscalização da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) atuaram com o objetivo de coibir a comercialização destes alimentos na rua sem a devida refrigeração, que é proibido por lei e pode causar prejuízos à saúde do consumidor. 

Segundo a Semop, a fiscalização de ambulantes ocorre de maneira rotineira em diversos pontos da cidade, incluindo ações diárias no Centro, em operações conjuntas com a Vigilância Sanitária de Salvador para a retirada de circulação desse tipo de alimento. 

De acordo com o Art. 11 do Decreto 12.016/98, é proibida a venda desses produtos, sendo permitida somente a comercialização daqueles especificados no Alvará de Autorização, dentro dos padrões estabelecidos. 

As punições pelo não cumprimento estão previstas no Art. 15 do referido decreto, como advertência com expedição de notificação preliminar; aplicação de multa; suspensão da atividade por até 30 dias, quando da reincidência ou cometimento de outra falta; apreensão do equipamento e mercadoria e cassação da autorização.


atarde

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas