SALVADOR @ Projeto que autoriza uso de armas não letais por agentes da Transalvador pode retornar à pauta da CMS - Observador Independente

BAHIA

2 de mayo de 2018

SALVADOR @ Projeto que autoriza uso de armas não letais por agentes da Transalvador pode retornar à pauta da CMS

Por: Gilberto Júnior/BNews Por: Guilherme Reis


A Câmara Municipal de Salvador (CMS) pode colocar em votação, nas próximas semanas, um projeto do presidente da Casa, o vereador Leo Prates (DEM), que autoriza agentes da Transalvador a portarem armas não letais, como cassetetes, sprays de pimenta e armas de choque. A matéria foi protocolada em 2015. 

“Entre 2014 e 2015, os agentes lavaram à Câmara as reivindicações. Tirei a questão da arma letal, porque não concordo. A arma não letal é para legitima defesa. Acordei isso com eles. Na época, teve polêmica, não votamos. Agora os agentes me procuraram novamente”, disse o democrata em entrevista ao BNews. 

Questionado sobre os constantes casos de agressões envolvendo agentes e motoristas, Leo disse que não vê polêmica na medida. “Essas armas não letais são para autodefesa. Esses agentes estão sujeitos a pessoas alcoolizadas, por exemplo. Sou a favor, e cabe ao colegiado de líderes decidir se vale ou não. Em outras capitais essas armas já são utilizadas”, acrescentou.

bocãonews

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas