SALVADOR @ Vereador Toinho Carolino é alvo de operação contra pedofilia - Observador Independente

BAHIA

17 de mayo de 2018

SALVADOR @ Vereador Toinho Carolino é alvo de operação contra pedofilia

 Por: Divulgação/PC-BA 




O vereador Toinho Carolino (Podemos) está entre os alvos da operação deflagrada na manhã desta quinta-feira (17) pelas polícias Federal, Civil e Militar da Bahia no combate à pedofilia. A ação é é liderada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública.

De acordo com informações obtidaS, o legislador soteropolitano foi alvo de mandado de busca e apreensão no imóvel em que residia no bairro do Imbuí. Ele não foi encontrado em casa pelos agentes da operação e a tese é de que ele não mora mais no local, que estava vazio. 

A polícia chegou ao endereço após rastrear acessos por um computador que estaria no imóvel. No entanto, a polícia investiga se os acessos foram feitos pelo vereador, pois há a possibilidade de a rede de internet sem fio do imóvel ter sido utilizada por terceiros.

A assessoria do vereador foi procurada pela reportagem, mas informou que ainda não tinha informações sobre a ação policial.

Batizada de Operação Luz na Infância 2, a força-tarefa é considerada uma das maiores ações do mundo de combate à pedofilia. Na Bahia, estão sendo cumpridos 26 mandados de busca e apreensão em Salvador, Camaçari, Feira de Santana, Poções, Camacã, Ilhéus, Itagimirim e na Ilha de Itaparica.

Suspeitos também estão sendo detidos em flagrante. As equipes procuram arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. A força-tarefa é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP) e ocorre desde as primeiras horas da manhã, num total de 24 estados, além do Distrito Federal.

Com informações do repórter Marcelo Castro, da RecordTV Itapoan

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas