UBATÃ @ Após ser detido por vizinhos, homem é preso em flagrante por espancar a companheira no sul da Bahia - Observador Independente

BAHIA

2 de mayo de 2018

UBATÃ @ Após ser detido por vizinhos, homem é preso em flagrante por espancar a companheira no sul da Bahia

Crédito da foto: Padrão OBI

Vítima foi socorrida por vizinha, que chegou a entrar em luta corporal com o agressor, em Ubatã. Populares seguraram homem para que não fugisse, até a chegada da polícia.


Um homem foi preso em flagrante após agredir a companheira na porta de casa, na cidade de Ubatã, sul da Bahia. O caso aconteceu na tarde de terça-feira (1º) e, conforme a polícia, o suspeito foi detido por pessoas que estavam no local, para que ele não fugisse até a chegada de policiais.

Elisvaldo Conceição Santos, que não teve idade revelada, espancou a vítima após uma discussão. Além de agredir a mulher, ele estava em posse de uma garrucha, espécie de arma artesanal.

A vítima foi atacada com socos no rosto e na cabeça. Ela foi salva do espancamento por uma vizinha, que chegou a entrar em luta corporal com Elisvaldo. Durante a confusão, as duas mulheres conseguiram pedir ajuda a vizinhos, que seguraram o suspeito até a chegada dos policiais.

Segundo a polícia, Elisvaldo vai responder por lesão corporal, com o agravante de violência doméstica previsto pela Lei Maria da Penha, além da posse irregular da arma. Ele foi levado para a delegacia de Ilhéus e transferido para a de Ubatã na manhã desta quarta-feira (2). Conforme a polícia, Elisvaldo ficará detido até decisão judicial.

AVISO LEGAL

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Observador Independente.

É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.

O Observador Independente pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso, conforme regra estipulada em sua Política de Privacidade.

VOCÊ e mais 12 mil pessoas estão recebendo está matéria via whatsapp por que tem algum contato com umas das nossas três redações. Se não quiser mais receber os alertas, por favor, nos informe.

Paginas